Suplementação Nutricional/Doping no esporte

 images (1)

Estamos vivendo uma epidemia. Nas academias de ginasticas e centros esportivos não se fala em outra coisa. Os suplementos invadiram o universo da atividade física e as discussões sobre o assunto são inevitáveis. Promessas de ganho muscular, aumento da performance, aumento da força, fortalecimento do sistema imunológico, através do uso destes produtos, vem como conselhos de companheiros de treino ou de profissionais que trabalham na área. Muitos são os motivos que levam os indivíduos a iniciarem uma suplementação, porém a ação proposta não pode ser justificada – a grande maioria ainda não apresenta comprovação científica segura.

Quando se trata de suplementos nutricionais, somente médicos e nutricionistas podem indicar o uso e, assim mesmo, de forma empírica. Já a indicação do uso de drogas e hormônios para aumentar ou favorecer a hipertrofia ou a prática de atividade física, considerada doping, não é somente um problema ético, mas também pode ser classificado como crime.

suplementar-no-final-de-semanaDevemos lembrar também que a entrada dos suplementos nutricionais no mercado não são controlados rigidamente e muitos contém substâncias não assinaladas nos rótulos, inexistência de informação sobre os efeitos dos mesmos e ainda podem estar contaminados intencionalmente ou não com substâncias proibidas pela Agencia Mundial Antidopagem. Quem viu a reportagem do fantástico no dia 24/08/2014 (quem não viu clica aqui) está ciente da falta de fiscalização no controle dos suplementos. A responsabilidade do consumo de um suplemento contaminado é sempre do atleta.

Os agentes ergogênicos são aqueles que, através de efeito fisiológico, nutricional ou farmacológico que seja capaz de melhorar o desempenho tanto nas atividades físicas quanto ocupacionais.

Agentes ergogênicos fisiológicos: incluem todo mecanismo ou adaptação fisiológica para melhorar o desempenho físico. Um bom exemplo disso é o aumento dos glóbulos vermelhos na adaptação à altitude.

Agentes ergogênicos nutricionais: são caracterizados pelo consumo de nutrientes estratégicos, muitas vezes consumidos em doses muito acima do recomendado. Para se ter uma ideia, um questionário que envolveu 100 atletas, constatou que 84 deles faziam uso de diversos tipos de suplementos para melhorar a performance. O único suplemento que tem efeito ergogênico comprovado cientificamente é a creatina (porém seu consumo só pode ser realizado mediante prescrição da nutri).

dopingAgentes ergogênicos farmacológicos: os mais conhecidos e consumidos são os esteroides anabólicos. Infelizmente quanto mais atletas fazem uso dos esteroides, mais indivíduos comuns acreditam que o exercício só tem resultado se estiver associado a algum recurso ergogênico.

Os abusos cometidos, na utilização de qualquer tipo de agente ergogênico, são frequentemente relatados na mídia por suas consequências: edemas, intoxicações, hipertensão arterial, aumento do LDL colesterol, diminuição do HDL colesterol, alterações de humor e sono, alterações das funções hepáticas e aumento da agressividade.

Se você é praticante de atividades físicas frequentes, provavelmente já viu ou já lhe foi oferecido testar algum tipo destes produtos. Tenha cuidado e saiba exatamente o que está usando.

escritopor2gabriela

 

 

Termogênicos Emagrecedores são Responsáveis por casos de Hepatite Aguda não Viral

contras versa 1 oxyelite

Não é de hoje que nós nutricionistas alertamos os pacientes a respeito do uso de termogênicos, emagrecedores e pré-treinos, né…A maioria desses produtos contém substâncias que fazem mal à nossa saúde. Infelizmente poucos acreditam, por que muitas vezes o efeito negativo do uso é sentido a longo prazo. Pois bem, hoje a anvisa divulgou alguns casos que já ocorreram com o uso de algumas substâncias proibidas aqui no Brasil:

A Organização Mundial de Saúde atualizou as informações sobre a ocorrência de hepatite aguda não viral associada ao consumo de suplementos da marca OxyElite Pro e Versa 1. Até 13 de novembro, havia 62 casos de hepatite não-viral aguda nos Estados Unidos subsequente ao consumo dos referidos suplementos, incluindo um óbito, um transplante e outros pacientes aguardam na fila de transplantes.

No último dia 1º de novembro a Anvisa já havia divulgado um alerta sobre a relação destes produtos com a ocorrência de hepatites. No Brasil, o produto já havia sido proibido, pois utiliza substâncias não autorizadas para suplementos alimentares no país. Entre as substâncias está o DMAA, que tem efeitos estimulantes sobre o sistema nervoso central, pode causar dependência, além de outros efeitos adversos, como insuficiência renal, falência do fígado e alterações cardíacas, podendo levar a morte.

Segundo a OMS, também há um caso registrado na Irlanda e dois em investigação na Nova Zelândia. Os suplementos envolvidos nas investigações incluem outras marcas, além daquelas inicialmente divulgadas pela FDA: OxyELITE Pro Super Thermo em cápsulas; OxyELITE Pro Ultra-Intense Thermo em cápsulas; OxyELITE Pro Super Thermo em pó, OxyELITE Pro and OxyELITE Powder Super T. Genic Caffeinated Beverage. e VERSA-1.

Atualmente, existe no mercado internacional uma nova fórmula desses suplementos, sem a adição de DMAA, mas com a incorporação de novos ingredientes, incluindo a substância Aegeline. A Aegeline é uma versão sintética de um alcalóide extraído de planta asiática que está sendo investigada como possível responsável pelos casos relatados de hepatite aguda não viral.

A nova fórmula do OxyElite também não pode ser legalmente comercializada no Brasil. Apesar da suspensão da fabricação, o produto ainda é encontrado em sites de venda, trazendo riscos para seus usuários. Nesse sentido, a Anvisa alerta aos consumidores que não consumam esses suplementos e informa que manterá a população informada sobre os avanços na investigação conduzida pelos Estados Unidos.

Quer perder peso? procure um nutricionista confiável!

Saiba mais: EUA alerta sobre uso de OxyElite Pro e casos de hepatite aguda http://s.anvisa.gov.br/wps/s/r/c79a

escritopor2gabriela

A marca de Whey Protein que você consome é confiável?

wheyÉ com grande satisfação que anunciamos o retorno das nossas postagens!!! Estivemos um tempinho fora para algumas reformas…rss certamente vocês notaram que estamos de cara nova e muito mais bonita. Para tal, contamos com a  dedicação do nosso parceiro biscoitomaria que realizou um trabalho excelente, o que vocês acharam?

Vamos iniciar as postagens de 2014, reforçando mais uma vez a importância da orientação nutricional no consumo de suplementos alimentares.  Como já visto anteriormente, inclusive no blog, nem todas as marcas de Whey Protein vendidas são confiáveis.

A princípio diversas marcas de Whey foram analisadas pelo Felix Bonfim, se lembram dele? Foi ele quem teve a iniciativa de mandar analisar e depois publicar através de vídeos no youtube, os laudos de diversas marcas de Whey Protein vendidos no mercado. Pois bem, diversas marcas foram reprovadas ( o percentual de proteína e carboidrato descritos no rótulo não estão de acordo com o contido no produto) e a maioria das empresas que tiveram seus produtos reprovados, divulgaram em nota que seus produtos são seguros e que os laudos publicados, feitos pelo laboratório MKassab de SP não são tão confiáveis como os laboratórios contratados pelas empresas  (estranho né? Nem me fale..) .  Na época as marcas analisadas foram:

reprovadaReprovadas

-Empresa: X Pharma Suplemento – Produto: Whey X Treme

-Empresa: Omega Nutritition – Produto: 100% Whey Protein

-Empresa: José Francisco – Produto: Pure Whey Protein

-Empresa: Body Nutry – Produto: Body 100% Whey

-Empresa: Solaris – Produto: Extreme Whey Protein (lote 14102)/Produto: Extreme Whey Protein (lote 15400)

-Empresa: Neonutri – Produto: Muscle Whey Protein N.2/Produto: 3 Whey Protein N.2/Produto: 100% Whey Protein/Produto: Isolate Whey

-Empresa: Pro Corps – Produto: Whey 5W Pro

-Empresa: Muscle Lab. – Produto: Whey Protein Concentrate

-Empresa: Fisio Nutry – Produto: Fisio Whey Concentrado

-Empresa: DNA – Produto: Whey Protein 3W/Produto: Designer Whey Protein

aprovadaAprovadas

-Empresa: Growth Supplements – Produto: Whey Protein Concentrado 80%

-Empresa: Pro Corps – Produto: Whey No2 Pro

-Empresa: Supley Laboratório – Produto: Top Whey 3W

-Empresa: Inovate – Produto: Nitrowhey

-Empresa: Midway – Produto: WPC/Produto: 100% Whey Advanced/Produto: Whey No2 Pro/Produto: 3W Whey Protein Complex

-Empresa: Pro Corps – Produto: Whey N.2 Pro

-Empresa: Best Bulk – Produto: Whey Premium

-Empresa: Vulgo Nutrition – Produto: 100% Whey Protein/Produto: 100% 3 Whey Protein

-Empresa: Nutrilatina – Produto: Ultra Pure Whey/Produto: 100% Whey Portein Concentrate

Na íntegra: http://oglobo.globo.com/saude/veja-informacoes-detalhadas-sobre-os-suplementos-proteicos-9596174

Na sexta feira uma reportagem feita pelo uol foi publicada mostrando a mesma irregularidade nos suplementos a base de whey para atletas. Segundo a reportagem, 20 marcas foram analisadas e 50% foi reprovada. O que é alarmante nos laudos das análises é a discrepância no percentual descrito no rótulo e o que realmente contém no produto:

reprovada-Four Whey Protein, fabricado pela Suplemente – Alimentação Avançada, que contém 844% a mais de carboidrato e 34% a menos de proteína.

-Triple Matrix Whey NO, da Body Action, tem 320% a mais de carboidrato e 43% a menos de proteína

-Extreme Whey Protein, da Solaris Sports Nutrition, tem 288% a mais de carboidrato e 30% a menos de proteína.

As marcas aprovadas segundo o percentual de carboidratos e proteínas são:

aprovada-Empresa: Optimun Nutrition – Produto: 100% Golden Standard

-Empresa: Dymatize Nutrition – Produto: Elite/ Whey protein Isolate

-Empresa: Suplemente – Alimentação Avançada – Produto: Whey Protein

-Empresa: Vitafor – Produto: Isofort/Whey Protein Isolate

-Empresa: da X-Pharma. – Produto: 100% Whey Xtreme

-Empresa: Max Titanium – Produto: Top Whey 3W

-Empresa: Probiótica – Produto: 100% Pure Whey

-Empresa: Gaspari Nutrition – Produto: Isofusion

-Empresa: Now Sports – Produto: Whey Protein Isolate

-Empresa: Twinlab – Produto: 100% Whey Fuel

Na íntegra: http://boaforma.uol.com.br/noticias/redacao/2014/01/24/analise-encontra-irregularidades-em-suplementos-de-proteina-para-atletas.htm?fb_action_types=og.recommends&fb_source=other_multiline

Somente nessa postagem, listamos mais de 40 tipos diferentes de Whey protein encontrados em todo País, vendidos em farmácias, casas de suplementos, academias, dentre outros.

As irregularidades encontradas nas marcas reprovadas não vão trazer nenhum tipo de malefício imediato, mas podem dificultar o individuo a atingir o objetivo desejado, pois o percentual descrito na rotulagem está diferente do que vai ser consumido. Para evitar que isso ocorra com você, procure um nutricionista de confiança e fique sempre atento. Aqui no batata #estamosdeolho!

escritopor2gabriela

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: