Batata Frita Pode: Sete Anos

Aniversário saudável feliz!

No dia 25 de setembro próximo estaremos comemorando sete anos. Nossa primeira postagem foi sobre a Tomatada Espanhola , publicado pela nossa fundadora , Marina Magalhães. Desde então foram 638 postagens, escritas por diversos colaboradores, que nos ajudaram nos últimos anos. Entre eles: Marina Nogueira, Gabriela Prando, Evandro Vasconcelos, Natália Mazoni, Gabriela Magalhães entre outros. O Blog tem 60 seguidores no WordPress,  além de página e 2598 seguidores no Facebook e 128 no Twitter. Ele registra mais de 283.000 acessos , nestes  7 anos, o que dá mais de 40.428 acessos/ano ou cerca de 111 acessos/dia. Muito obrigado. Aguardem os próximos anos. LONGA VIDA AO BATATA FRITA PODE !

Anúncios

Frutas e Vegetais: Quanto Mais Melhor!

Todo mundo sabe que ter uma alimentação com uma variedade de frutas e legumes é o primeiro passo para ter uma vida mais saudável. No entanto, o que para algumas pessoas pode parecer uma tarefa difícil, agora vai complicar um pouco mais.

Em um estudo realizado na Inglaterra e publicado no final do mês de março pela University College of London concluiu que o consumo de 7 a 10 porções no dia de frutas e legumes reduz em aproximadamente 42% o risco de morte prematura por qualquer doença.

Os pesquisadores avaliaram a alimentação de 65 mil pessoas durante o período de 12 anos, e perceberam que aquelas pessoas que comiam 7 ou mais porções de frutas ou legumes reduziam em 25% o risco de ter câncer, e em 31% o risco de qualquer doença cardíaca.

O estudo informa ainda que os vegetais são os que mais possuem efeitos protetores na alimentação quando comparado com as frutas, e que os sucos industrializados e frutas enlatadas parecem não oferecer qualquer tipo de benefício quando comparado com as frutas in natura.

Ficou interessado nesse artigo? O estudo foi publicado pelo Journal of Epidemiology & Community Health, e está disponível na íntegra (e gratuitamente) aqui.

escritopor2evandro

Batata Frita Pode? apoia, #poenorotulo!

Hoje cedo tomamos conhecimento sobre a campanha #poenorotulo. Campanha que deve ser levada a sério, e que nós do Batata apoiamos!

Image

Não é uma campanha estratégica do mercado para vender mais produtos e nem pra ajudar na dieta da moda #semqualqueringrediente ou enquadrar no #projetomariazinhadaacademia. Se trata de uma campanha para tornar obrigatória a declaração de substâncias com potencial alergênico nos rótulos de alimentos industrializados, no intuito de facilitar a identificação para pacientes clinicamente diagnosticados com tal alergia.

Ficou interessado? Acesse a página no facebook e acompanhe a campanha.

escritopor2evandro

O doce e feliz fim dos Ursos Polares da Coca-Cola!

No próximo dia 07 de abril será celebrado o Dia Mundial da Saúde, e embora esse ano a abordagem escolhida pela OPAS / OMS não esteja ligada aos possíveis impactos que os hábitos alimentares possam causar na nossa saúde, nós do batata decidimos chamar atenção para a data da melhor forma que conhecemos.

Em 2012 ,o CSPI – Center for Science in the Public Interest – órgão americano que luta por alimentos mais seguros e saudáveis, iniciou uma campanha para chamar atenção para o consumo de bebidas com altas doses de açúcar. Como estrela principal dessa campanha, eles criaram o vídeo “The Real Bears”, um vídeo com estatísticas e informações científicas onde mostra a saga de uma família de ursos polares felizes que tomam refrigerantes a base de cola e sofrem com a consequência disso diretamente na saúde – esses sim, seriam os verdadeiros mascotes que a maior empresa de refrigerantes do mundo deveria ter.

Embora as pessoas ainda associem o excesso de açúcar em bebidas somente aos refrigerantes, boa parte dos sucos e refrescos industrializados vendidos atualmente em nossos supermercados possuem quantidades exageradas de açúcar.

escritopor2evandro

Termogênicos Emagrecedores são Responsáveis por casos de Hepatite Aguda não Viral

contras versa 1 oxyelite

Não é de hoje que nós nutricionistas alertamos os pacientes a respeito do uso de termogênicos, emagrecedores e pré-treinos, né…A maioria desses produtos contém substâncias que fazem mal à nossa saúde. Infelizmente poucos acreditam, por que muitas vezes o efeito negativo do uso é sentido a longo prazo. Pois bem, hoje a anvisa divulgou alguns casos que já ocorreram com o uso de algumas substâncias proibidas aqui no Brasil:

A Organização Mundial de Saúde atualizou as informações sobre a ocorrência de hepatite aguda não viral associada ao consumo de suplementos da marca OxyElite Pro e Versa 1. Até 13 de novembro, havia 62 casos de hepatite não-viral aguda nos Estados Unidos subsequente ao consumo dos referidos suplementos, incluindo um óbito, um transplante e outros pacientes aguardam na fila de transplantes.

No último dia 1º de novembro a Anvisa já havia divulgado um alerta sobre a relação destes produtos com a ocorrência de hepatites. No Brasil, o produto já havia sido proibido, pois utiliza substâncias não autorizadas para suplementos alimentares no país. Entre as substâncias está o DMAA, que tem efeitos estimulantes sobre o sistema nervoso central, pode causar dependência, além de outros efeitos adversos, como insuficiência renal, falência do fígado e alterações cardíacas, podendo levar a morte.

Segundo a OMS, também há um caso registrado na Irlanda e dois em investigação na Nova Zelândia. Os suplementos envolvidos nas investigações incluem outras marcas, além daquelas inicialmente divulgadas pela FDA: OxyELITE Pro Super Thermo em cápsulas; OxyELITE Pro Ultra-Intense Thermo em cápsulas; OxyELITE Pro Super Thermo em pó, OxyELITE Pro and OxyELITE Powder Super T. Genic Caffeinated Beverage. e VERSA-1.

Atualmente, existe no mercado internacional uma nova fórmula desses suplementos, sem a adição de DMAA, mas com a incorporação de novos ingredientes, incluindo a substância Aegeline. A Aegeline é uma versão sintética de um alcalóide extraído de planta asiática que está sendo investigada como possível responsável pelos casos relatados de hepatite aguda não viral.

A nova fórmula do OxyElite também não pode ser legalmente comercializada no Brasil. Apesar da suspensão da fabricação, o produto ainda é encontrado em sites de venda, trazendo riscos para seus usuários. Nesse sentido, a Anvisa alerta aos consumidores que não consumam esses suplementos e informa que manterá a população informada sobre os avanços na investigação conduzida pelos Estados Unidos.

Quer perder peso? procure um nutricionista confiável!

Saiba mais: EUA alerta sobre uso de OxyElite Pro e casos de hepatite aguda http://s.anvisa.gov.br/wps/s/r/c79a

escritopor2gabriela

Médicos britânicos testam dietas da moda

Na onda das dietas da moda dois irmãos britânicos, que também são médicos, encararam um desafio alimentar que foi registrado pelo canal BBC 2. No documentário “Sugar vs Fat” (ou Açúcar versus Gordura), os irmãos resolveram seguir duas das mais famosas dietas da moda. Alexander fez a conhecida “dieta da proteína“, retirando todo o carboidrato de sua alimentação e Chris ingeriu o mínimo de gordura possível (escolhendo alimentos com até 2% de gordura na composição). Como são gêmeos o estudo se torna ainda mais interessante por podermos relevar a influência de fatores genéticos no período em restrição alimentar.

alex_chris

Como resultado ambos tiveram redução de peso corporal, sendo que Chris (o de restrição de gordura) perdeu um pouco a menos que seu irmão, que restringiu carboidratos. Mas o que torna o estudo importante são os relatos dos irmãos sobre como se sentiram durante o período dietético: Alexander afirma que se sentia frequentemente cansado e sem fôlego para simples atividades físicas, além de queixar de dores de cabeça intermináveis. Em um teste de raciocínio feito com os dois irmãos com um similador de ações para ganhar dinheiro Chris foi pelo menos três vezes mais eficaz que o irmão, o que reforçaria que a falta de carboidrato também prejudica o desempenho mental do indivíduo. Em compensação Chris, apesar de não relatar cansaço, queixou se sentir insaciável, tendo que buscar por todo o tempo algo para beliscar.

O mais interessante foi o resultado dos exames de sangue que mostraram que Alexandre utilizava sua musculatura corporal como uma das fontes para produção de energia, devido a falta de carboidrato, podendo justificar a queixa de seu cansaço extremo, e para Chris as taxas de açúcar sanguíneo aumentaram significativamente, provavelmente por causa de sua busca por saciedade constante.

A conclusão dos dois médicos foi que o ganho de peso não está relacionado exclusivamente com o consumo de gordura ou carboidratos, mas sim de uma associação entre o excesso da ingestão dos dois alimentos. A moderação é sempre a chave para se manter bem!

Para os curiosos de plantão a notícia original se encontra no site da BBC.

escritopor2marina