Livro de Receitas: Cardápio Astrológico: Sagitário: Ravioli com Foie Gras de Pato e Óleo de Trufa

Ravioli recheado com foie gras ao molho poulette trufado, um das atrações do Festival do Foie Grãs, promovido pelo Cosí (Foto: Tadeu Brunelli/Divulgação)

Continuando a postar uma gostosa brincadeira, publicada na saudosa revista Gula em janeiro de 2000: O Cardápio Astrológico.  “Um guia da boa mesa com pratos que combinam melhor com cada signo”.

O artigo original é assinado por Elisa Donel,  jornalista Elisa Donel, que mora na França há 20 anos e é autora entre outros de “O Passaporte do Gourmet -Um Mergulho na Gastronomia Francesa”. Agora é a vez de Sagitário.

ESCORPIÃO: 22 de novembro a 21 de dezembro

O traço mais marcante do sagitariano a sua dualidade. Está permanentemente dividido. Mas é um ser com o espírito abero, generoso, imaginativo, e que se adapta facilmente às situações. Tem respeitável apetite e a reputação de ser um grande gourmet. Comece com classe, servindo ravioli com foie gras de pato e óleo de trufa, prosseguindo com pratos de longo cozimento,à base de carne de cabrito ou javali, e encerrando a refeição com bolo de castanhas e chocolate.

INGREDIENTES: 4 porções

  • 8 folhas de massa de lasanha fresca
  • 200 g de foie grass cru de pato
  • 2 gemas de ovos
  • 1 cálice de vinho do Porto
  • 200 ml de caldo de vitela
  • 1 colher de sobremesa de de óleo de trufa
  • 2 litros de caldo de ave
  • Ciboulette cortada em finas rodelas
  • Sal e pimenta do reino moída na hora agosto

PREPARO:

  • Corte o foie gras em pequenos pedaços e distribua sobre as folhas de massa em intervalos regulares
  • Pincele os pedaços com a gema e cubra com as outras folhas de massa
  • Reserve o foie gras que sobrar
  • Corte os ravioli, dando-lhes um formato arredondado e aperte as bordas pressionado-as com ou dedos (ou um garfo)
  • Cubra com papel filme e reserve em um lugar fresco
  • Numa panela, coloque o vinho do Porto e deixe levantar fervura.
  • Incorpore o caldo de vitela, tempere com sal e pimenta e cozinhe lentamente por 20 minutos
  • No último instante, introduza o foie gras que sobrou e coloque o óleo de trufa. Reserve o molho aquecido
  • Cozinhe os ravioli no caldo de ave fervente por 3 minutos.
  • Escorra, passe para os pratos, distribua o molho e sirva imediatamente, salpicando por cima a ciboulette.

Posts anteriores: O cardápio astrológico

  1. Áries – Carré de cordeiro com grãos de mostarda.
  2. Touro – Costela de Vitela com legumes
  3. Gêmeos – Camarões marinados e apimentados
  4. Câncer – Robalo com Gengibre

  5. Leão – Peito de pato com figos frescos

  6. Virgem – Tomates Recheados com Queijo de Cabra

  7. Libra : Cassolette de Cogumelos

  8. Escorpião. Cocktail Orquídea

Livro de Receitas: Cardápio Astrológico: Escorpião. Cocktail Orquídea

IMG_2121

 

Continuando a postar uma gostosa brincadeira, publicada na saudosa revista Gula em janeiro de 2000: O Cardápio Astrológico.  “Um guia da boa mesa com pratos que combinam melhor com cada signo”.

O artigo original é assinado por Elisa Donel,  jornalista Elisa Donel, que mora na França há 20 anos e é autora entre outros de “O Passaporte do Gourmet -Um Mergulho na Gastronomia Francesa”. Agora é a vez de Escorpião.

ESCORPIÃO: 23 de outobro a 23 de novembro

Signo complexo e misterioso, reúne paixão e obstinação ignorando meias-medidas em tudo que faz. Sua inteligência aguda e intuitiva o torna mestre na resolução de problemas complexos. Talvez por isso o humor não seja seu traço mais marcante. Sua personalidade ciclotímica e sensual estará em pleno acordo com um cardápio de pratos do Oriente Médio: caviar de beringela com torradas, seguido de couscous. Apreciador de todas as bebidas, o nativo de Escorpião não resistirá ao encanto de um cocktail colorido.

INGREDIENTES: 2 porções

  • 1 copo de rum branco
  • 1 copo de licor de café
  • Gelo picado
  • 2 orquídeas

PREPARO:

  • Misture o rum com o licor de café
  • Preencha pela metade dois cálices com gelo picado. Coloque a bebida e sirva com as orquídeas colocadas no alto dos cálices.

Posts anteriores: O cardápio astrológico

Batata na Ciência: Os médicos precisam ser nutricionistas?

 

Resultado de imagem para Are the doctors nutritionists

Nutrition Bulletin banner

Are doctors nutritionists? What is the role of doctors in providing nutrition advice?

First published: 08 May 2018

Provavelmente você já consultou um cardiologista, um clínico, ou  um endocrinologista que  não prestou  atenção a seus hábitos alimentares ou ao seu estado de nutrição. Pois você não é exceção.

Este tema é discutido em um artigo publicado, on-line, no Nutrition Bulletin, sob o título “Are the doctors nutritionists?” (São os médicos nutricionistas?). O artigo discute porque os médicos perdem a oportunidade de dar orientações nutricionais corretas ao seu paciente.

  • Sabe-se que um mau estado de nutrição pode influenciar a saúde do paciente, sua qualidade de vida e aumentar os custos do tratamento.

Apesar deste fato ser de amplo conhecimento, raras vezes o tema alimentação é abordado em uma consulta médica. Isto acontece porque:

  • Para melhorar a dieta de um paciente é preciso mais que simplesmente dar alguma informação. É necessário suporte social, psicológico, além do estabelecimento de metas a serem alcançadas.
  • Embora os pacientes confiem na orientação dada por seus médicos, estes, frequentemente, têm conhecimento limitado do assunto e não estão treinados para orientar uma mudança de hábito.

Resultado de imagem para nutritional consultation

Num estudo australiano, analisadas 145.708 consultas, realizadas por 1124 médicos foram diagnosticados 227 190 problemas, mas apenas 587 (0,26%) receberam orientação nutricional ou foram encaminhados para um nutricionista.

Assim sendo, parece natural os pacientes procurarem orientação em outras fontes: internet ou mídias sociais, com o risco da ocorrência de informações equivocadas ou incompletas.

Parece que isto acontece porque:

  • Currículos das escolas médicas não fornecem educação suficiente no campo da nutrição
  • Mesmo quando educados, não é simples transmitir seu conhecimento nutricional, no que diz respeito em ensinar conceitos dietéticos.
  • O curto tempo de consulta para a maior parte das especialidades, incluindo os clínicos e os GP (General Practicers), geralmente em torno de 15 minutos, não é suficiente para uma abordagem deste tipo.
  • O grau de conhecimento dos médicos, com respeito a nutrição, varia com o conhecimento, tempo de atuação, sua especialidade, além de sua convivência com nutricionistas em seu ambiente de trabalho
  • Habitualmente melhores resultados são obtidos com o apoio de outros profissionais: psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas

 

Resultado de imagem para nutritional consultation

Qual a solução?

  • Treinamento básico em nutrição dos médicos, incluindo a pratica de habilidades específicas ao suporte nutricional;
  • Introdução do ensino de nutrição nos currículos médicos
  • Trabalho, sempre que possível, em equipes multiprofissionais, com coordenação médica.

Os médicos precisam ser nutricionistas?

Não, mas têm que ser capazes de reconhecer uma dieta pobre, diagnosticar desnutrição e prescrever ou coordenar a intervenção dietética que poderá influenciar satisfatoriamente a evolução de um paciente.

Especial Dia das Mães: O Livro de Receitas da Minha Mãe.

 

IMG_2102(1)

No próximo domingo estaremos comemorando mais um Dia das Mães. Eu, certamente, estarei em Esmeraldas,MG, saboreando algumas das várias iguarias preparadas por ela.

Ela é uma cozinheira especial. Eu sei,  comida de mãe é sempre especial, vocês vão logo pensar, mas a comida de minha mãe tem caprichos e mimos de profissional. Para eternizar alguns destes momentos o meu irmão, Luiz, patrocinou o lançamento de um livro de receitas selecionadas por ela.

A divulgação do lançamento deste livro, é  homenagem à minha mãe. Espero que todos vocês tenham almoços maravilhosos com suas mães no próximo domingo, ou se não for possível, que almocem em família, saboreando aquela comidinha que a sua mãe fazia

Em tempo: se alguém quiser comprar o livro ele está à venda na Quixote Livraria e Café ou entre em contato conosco aqui no Batata Frita. (Toda a renda da venda é destinada ao Grupo do Bem e às suas  obras sociais)

Livro de Receitas: Cardápio Astrológico : Libra : Cassolette de Cogumelos

Continuando a postar uma gostosa brincadeira, publicada na saudosa revista Gula em janeiro de 2000: O Cardápio Astrológico.  “Um guia da boa mesa com pratos que combinam melhor com cada signo”.

O artigo original é assinado por Elisa Donel,  jornalista Elisa Donel, que mora na França há 20 anos e é autora entre outros de “O Passaporte do Gourmet -Um Mergulho na Gastronomia Francesa”. Agora é a vez de Libra.

LIBRA: 23 de setembro a 22 de outubro

É um convidado por definição. Um ser sociável, agradável,, fino e diplomata que sabe se adaptar a todas as situações (como todos os signos do ar). O libriano certamente vai preferir um jantar com fundo musical tranquilo a um debate inflamado sobre os rumos da política, com clima ideal para manter o equilíbrio e a harmonia que ele tanto aprecia. Ofereça a ele a sutileza de uma cassolette (pequeno recipiente de porcelana, vidro temperado ou metal, utilizado para servir entradas quentes ou hors-d’ouevre e entremets frios) de cogumelos, seguida de uma codorna envolta em bacon e passas, pois a associação doce-salgado vai encantá-lo. Para terminar, outra dualidade, a de um folhado de pera e limão. 

INGREDIENTES: 4 porções

  • 800 de cogumelos dos tipos shiitake, shimeji, pleurote, girolle ou outros
  • 3 dentes de alho picados
  • 25 ml de óleo de oliva
  • 25 ml de óleo de amendoim
  • Salsinha picada a gosto
  • Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

DECORAÇÃO:

  • Salsinha crespa

PREPARO:

  • Limpe delicadamente os cogumelos com um pano úmido, retire os cabos e corte os maiores em pedaços
  • Numa frigideira, aqueça os óleos de oliva e amendoim. Junte o alho, os cogumelos, tempere com sal, pimenta e cozinhe por cerca de 8 a 10 minutos em fogo médio. No último momento coloque a salsinha.
  • Sirva com os ingredientes da decoração de preferência em pequenas caçarolas, previamente aquecidas.

Autores na Cozinha: Creme de Wasabi com Palmito Pupunha e Camarão

 

IMG_1997

Quinta-feira, dia inteiro de muito trabalho, chego em casa e encontro a Gabriela preparando esta maravilha. Depois de degustá-la ao som dos 50 Melhores Álbuns do Vitrola dos Sousa me vi na obrigação de compartilhar com vocês esta delícia.

INGREDIENTES:

  • 16 ou mais camarões médios ou grandes
  • 1 dente de alho
  • 1 vidro de palmito pupunha picado em cubos
  • 400 g de creme de leite fresco
  • 50 ml de vinho branco
  • 1/2 cebola picada
  • 100g de queijo grana padano
  • 2 colheres de sopa de wasabi em pasta

MODO DE FAZER

  • Grelhe os camarões em uma panela com azeite e alho e tempere com sal e pimenta do reino.
  • Na mesma frigideira, refogue a cebola e o palmito e coloque o vinho branco.
  • Em seguida acrescente o creme de leite e o wasabi.
  • Por fim, entre com o queijo grana padano.
  • Sirva o prato quente em uma vasilha ou com uma concha.
  • Coloque os camarões grelhados por cima (ou misture se forem menores – a Gabriela usou camarões menores, misturou e ficou ótimo)

Delicioso, rápido e prático. Sabe que eu imaginei que deve ser bom gelado também …