Gastronomia saudável. Você come ou finge comer?

Ontem fui a um restaurante aqui em BH que chama Projeto Sabor. Muito conhecido pela gastronomia saudável. Tenho certeza que a maioria dos belorizontinos já foi ou já ouviu falar nele.

O restaurante abre todos dias de 11:30h as 23:00h e fica no São Bento. O lugar é muito agradável, bom para casais, família e amigos, o ambiente é bem descontraído e o cardápio é muito variado (na minha humilde opinião).  No almoço ele é Self service, com uma variedade enorme tanto de comidas quentes quanto de saladas e ainda tem a chapa de grelhados.

No balcão frio, de saladas:

É composto por vários tipos de folhas, legumes e conservas. Igualzinho na foto:

self salada self frio 2

No balcão quente e chapa:

Sempre muito variado, é composto tanto de alimentos integrais quanto alimentos bem gordurosos. Assim como todo Self service, quem está buscando emagrecimento deve ficar de olho atento às opções que escolher. Na Chapa os grelhados são grelhados de verdade (tem uns lugares que o cozinheiro afunda seu franguinho no óleo quente e cisma que é grelhado). È muito rápido, eu sempre como salmão que é uma delícia. Fotos:

self quente 2 self quente

E à noite, tem o cardápio composto por:

– Sanduiches naturais

– Sanduiches não naturais

– Saladas

-Sucos naturais

-Açaí

-Risotos e massas e grelhados

-Milk shakes

O que eu achei interessante? Lá podemos montar o nosso prato, sanduiches quentes e sanduiches frios.

Enfim, estou aqui para fazer propaganda de restaurante em BH? Claro que não, citei o restaurante como exemplo, por que sempre vou nele, mas algo tem chamado muito a minha atenção. Vamos à parte que devemos estar atentos…

Além dessas delícias saudáveis, também encontramos opções muito gordurosas e ricas em sódio, e é aí que o bicho pega…não é porquê você está sentado em um restaurante voltado para gastronomia saudável, que não existem opções que podem aumentar umas gramas na balança.

Tem salada? Tem, mas tem batata frita também.

Tem frango grelhado? Tem, mas também tem filé mignon

Tem queijo cottage? Tem, mas também tem queijo tipo cheddar

Tem pão integral? Tem, mas também tem pão ciabata

Tem tomate? Tem, mas também tem tomate seco

O ponto que eu queria chegar era esse! Muitos estão optando por restaurantes saudáveis pois “está na moda”, o mundo fitness está mais em alta do que nunca, mas ao invés de se preocuparem com o que estão colocando no prato, a preocupação é na verdade com o status.  As minhas opções ontem foram uma salada de folhas com frango grelhado e um suco rosa (morango, framboesa e amora):

salada suco

E a opção de diversas pessoas que estavam sentadas ao meu lado foi um sanduiche com queijo tipo cheddar, carne de picanha, cebola caramelizada, batata frita e por aí vai…

hamburguer

Aí você conta pra todo mundo que agora só frequenta restaurantes de comida saudável que está fazendo atividade física, mas que não consegue emagrecer… a culpa é do restaurante? Não! Cabe a você fazer as escolhas corretas…então, aproveite o fato de estar sentado em um local que serve comida saudável de boa qualidade e coma-a!

hmaburguer

escritopor2gabriela

Jaber, o honesto árabe de São Paulo

Aqui no Batata Frita gostamos muito de falar de saúde mas também gostamos de falar de comida, afinal alimentação também tem que ser prazer e não só obrigação. Hoje a dica é para quem mora em São Paulo (ou quem visita SP) e adora uma tradicional comida árabe: vá conhecer o Jaber.
O Jaber não conquista os clientes pela cara, ele parece uma simples padaria localizada na Domingos de Morais, na região do bairro Paraíso, mas a comida, básica e barata, é um presente para nosso paladar. Além das deliciosas esfirras  abertas e fechadas de carne, queijo e outros ingredientes vale a pena parar para almoçar lá e provar os famosos pratos árabes muito bem elaborados pela casa: que variam desde o kibe cru ao katfa acompanhado de arroz sírio. 
O atendimento não é lá essas mil maravilhas, já que os garçons são antigos da casa, mas este detalhe passa batido perto da qualidade da refeição. Vale a visita.
Para os que procuram  uma refeição saudável por lá vale testar o Arroz com Lentilha (lembrando que a mistura de cereais com leguminosas são fonte perfeita de aminoácidos essenciais) e o kibe recheado com nozes e hortelã: divino!
Endereços: 
Jaber Paraíso – Domingos de Morais, nº86
Jaber Vila Mariana – Rua Joaquim Távora, nº 1279
Jaber Pinheiros – Rua Mourato Coelho, nº383
Jaber Moema – Alameda Nhambiquaras, nº818
Obs: Há Jaber delivery também! Confira o site!

Circuito da Pampulha

A Pampulha está celebrando a gastronomia variada de sua região no evento chamado “Circuito Gastronômico da Pampulha”, que envolve 13 restaurantes, de típicos mineiros, a variados como franceses e italianos. O idealizador é o dono do restaurante Paladino (também na região) que quer atrair os turistas para o bairro que abriga as obras de Oscar Niemeyer. Vouchers são sorteados no site http://www.circuitogastropampulha.com.br e podem dar até 100% de desconto nos pratos.
Que tal conferir?
Já deixo aqui o meu favorito:

Café Paddock

Prato sugerido: Medalhão à piamontes (R$ 84, duas pessoas)

Avenida Otacílio Negrão de Lima, 7.400, Bandeirantes

tel.: (31) 3427-7329

Uma estrela a menos no mundo gastronômico

Quem acompanha o blog sabe que adoramos não só uma alimentação saudável, mas também uma boa comida!

No Carnaval, recebi a triste notícia do falecimento do chef e empresário Jorge Rattner (para quem mora em BH – e não mora também – dono dos grandes restaurantes Splendido, A favorita e La Victoria). Tive a grande oportunidade de conhecê-lo e de receber dicas de restaurantes (excelentes, diga-se de passagem) para uma viagem que eu faria.

Conversei poucas vezes com Jorge, mas sei que era uma pessoa muitíssimo inteligente, e um grande conhecedor da gastronomia – quiçá o iniciador da grande gastronomia em BH (eu me arrisco a ‘classificá-lo’ desta forma.).

Com certeza seu falecimento é uma grande perda não só para a gastronomia mineira e Belo Horizontina, mas também para a gastronomia Brasileira – e mundial, porque não?

No quadro Sabores BH, da rádio CBN, Rusty Marcellini descreve quem foi Jorge Rattner, e o que trouxe de bom para o mundo da gastronomia.

http://cbn.globoradio.globo.com/colunas/cbn-sabores-bh/2011/03/11/QUEM-FOI-JORGE-RATTNER.htm

Abraços

Ps: essa semana ainda posto sobre alguns restaurantes que conheci nesse carnaval, com pratos saudáveis e deliciosos!!! Vários restaurantes indicados por Jorge Rattner

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: