Para quem gosta de vinho: Um guia simples – parte 1

Hoje beber vinho se tornou um hábito, um tratamento, quase uma necessidade, um sinal de status. Mas, deixando a frescura de lado, conhecer algum fundamento sobre esta bebida tão diversificada (há mais de 1000 variedades de vinhos a escolher), pode melhorar o seu prazer. Baseado em um livro muito gostoso – Guia essencial do vinho de Wine Folly – Madeline Puckette e Justin Hammack – vamos lembrar de alguns conceitos úteis. Você sabia que se beber uma taça de vinho todas as noites, durante a sua vida adulta, você consumirá em sua vida aproximadamente 4.000 garrafas de vinho ?

  1. O que é o vinho ?

O vinho é uma bebida alcoólica produzida a partira da fermentação de uvas viníferas, que são usualmente menores, com semente e mais doces que as uvas de mesa. A videira só dá frutos uma vez por ano. Habitualmente entre agosto e outubro no hemisfério Norte e entre janeiro e março no hemisfério sul (embora estas datas possam ser invertidas com técnicas de poda especiais).

Uma garrafa padrão de vinho tem 750 mL, ou na dose clássica, serve 5 taças de 150 mL (lembrando que as taças de vinho não devem ser servidas muito cheias, para que você possa trabalhar também com o olfato, lembre-se, uma boa parte do nosso paladar é ajudada pelo olfato. Assim, sentir o aroma de um vinho não é “frescura”, ajuda a saborea-lo.

IMG_2535

O vinho é composto de água, álcool, ácidos, minerais, glicerol e açúcar.

2. Quantas calorias tem uma taça 150 mL de vinho ?

Vai depender da sua graduação alcoólica. (chamada APV – álcool por volume)

  • 10% – 105 kcal
  • 11% – 120 kcal
  • 12% – 135 kcal
  • 13% – 150 kcal
  • 14% – 165 kcal
  • 15% – 180 kcal
  • 16% – 195 kcal

3.  O que é safra, varietal e blend ?

  • Safra se refere ao ano da colheita.
  • Varietal: quando o vinho é produzido a partir de uma só uva

No Brasil, Chile e EUA um vinho é legalmente rotulado como varietal se tiver pelo menos 75% da uva predominante; na Argentina, 80% e na Itália, França, Alemanha, Áustria, Portugal, Nova Zelândia, África do Sul e Austrália 85%

  • Blend: quando é produzido a partir de uma mistura de uvas

4.  E os sulfitos ?

Uma pequena quantidade de dióxido de enxofre (sulfitos) é adicionada aos vinhos como conservante. Uma em cada 100 pessoas pode ser sensível aos sulfitos e sentir cefaleia e mal estar. Os vinhos não podem conter mais de 350 ppm (partes por milhão) e os orgânicos menos de 100 ppm. Mas isto não costuma ser um problema – só para comparar: uma lata de refrigerante de cola tem 350 ppm, uma porção de batata frita industrial 1.900 ppm e uma porção de fruta seca 3.500 ppm.

Na parte 2 vamos falar das características básicas de um vinho

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s