Nossos posts mais acessados: Posso substituir minhas refeições por suplementos?

 

suplementos-alimentares-parte2

Publicado originalmente por Gabriela Prando em 02/02/2015

Frequentemente atendo pacientes interessados em facilitar a vida e substituir as refeições por suplementos alimentares. Quando digo refeições, estou me referindo também ao almoço e o jantar. As justificativas para tal substituição são inúmeras, alguns me falam sobre facilidade, outros…  comodidade, aí vem a praticidade e por aí caminha a conversa…

Eu não tenho absolutamente nada contra a suplementação, pelo contrário, em muitos casos sou totalmente a favor, desde que não seja a substituição completa do alimento, principalmente no almoço e no jantar. Quando elaaboro uma dieta e conduzo uma consulta,  não sou o tipo de profissional que inclui as castanhas e os vegetais e os grãos na alimentação,  sou aquela nutricioista que inclui o resto dos alimentos nessa dieta.

Eu não sei se muitos sabem o que é uma dieta ou um plano alimentar, mas ela vai muito além apenas de sua composição em carboidratos, gorduras e proteínas. As propriedades nutricionais dos alimentos estão longe de serem apenas as dos macronutrientes. Nos últimos 50 anos a nutrição evoluiu como nunca e a falta dos micronutrientes na dieta está, cada vez mais, sendo relacionada à morbidade e mortalidade.

Resultado de imagem para suplementos

Mas que isso tem a ver com suplementação?

Ora, se você quer se alimentar somente de suplementos (aqueles comuns, maltodextrina, Whey-protein, albumina), onde pensa que vai encontrar os micronutrientes, e em especial os fitonutrientes dos alimentos? Eu não estou me referindo a carboidratos, proteínas e gorduras, equilibrar isto é fácil. Eu estou me referindo à outra parte nutricional dos alimentos, como o alfacaroteno, as antocianinas, as betalaínas, os flavonoides, os fitoesteróis, os sulfetos alílicos… – encontrados somente em alimentos naturais.

Perder peso é fácil, qualquer revista  ensina (e olha que nem precisa ser de alimentação), porém as dietas costumam não ser equilibradas, personalizadas e muito menos funcionais. Aquele personal trainer , aquela blogueira e aquele amigo de academia deviam ser condenados por “instruírem” pessoas leigas baseados apenas em quantidades de gorduras saturadas ou quantidade elevadas de proteína.

Aquele biscoito ou aquele frango que você come não contém nenhuma carga importante de antioxidantes ou de fitonutrientes e estes sim são os verdadeiros “remédios” na luta contra doenças virais, envelhecimento e o tão temido câncer. A dieta pobre em fitonutrientes (que não estão presentes nos suplementos comuns) é provavelmente responsável por sistemas imunológicos debilitados e o aumento da incidência de câncer nas populações – principalmente da norte americana, que além de suplementos, vive a base de “fast foods” e de produtos processados.Resultado de imagem para alimentos processados

 

Os alimentos processados ganharam a indústria e aos poucos foram sendo fortificados com vitaminas para suprirem doenças como anemias, bócio e escorbuto. O resultado? Hoje quase todo o mundo se alimenta de produtos processados, deixando de lado alimentos naturais e mais nutritivos como vegetais, frutas e castanhas. A consequência? Sistema imunes debilitados, envelhecimento precoce, aumento da incidência de doenças transmissíveis e não transmissíveis.

A simplificação exagerada da alimentação humana levou à cultura da ingestão de suplementos que, podem sim, levar a uma ingestão adequada de macronutrientes, mas deixa muito a desejar na diversidade de micronutrientes, sem falar no prazer de comer. Por exemplo, uma dieta com 20% de gordura pode ter uma oferta de micronutrientes adequada ou não, o mesmo para uma com 40% de gordura. Então não é a proporção entre gorduras e carboidratos que importa para a saúde, o que importa mesmo é a absorção dos micronutrientes que muitas vezes precisam (pasmem!!) da gordura para serem absorvidos.

Não é uma dieta pobre em gordura e rica em proteínas que vai te fazer mais saudável (uma pausa para o frango com batata doce) muito menos  o abuso na ingestão de suplementos que bate recordes de venda a cada ano.

Os suplementos são apenas complementos alimentares e não servem para substituir refeições. E a revista de moda não tem a dieta ideal para você, em caso de dúvida, melhor consultar uma nutricionista.

escritopor2gabriela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s