Meu cachorro está gordo e dai ? : Obesidade em animais uma pista para entender a obesidade humana

Todo mundo entende porque uma criança se torna obesa: fast-food, refrigerantes, muito tempo assistindo TV, pouca atividade física…Mas será só isto ? David Allison, um pesquisador da Universidade do Alabama acha que não, e muita gente concorda com ele. Para Allison a explicação tradicional dos Dois Grandes motivos para a obesidade (excesso de ingestão e inatividade física)  não se aplica a todos os casos. Como entender, por exemplo o aumento dos casos de obesidade em crianças com 6 meses ou menos de idade ? Elas não vão a lanchonetes, usualmente estão sendo amamentadas e sua atividade física não mudou nas últimas décadas. Deve haver mais algum motivo.

Pensando nisto, Allison e sua equipe estudaram animais que vivem próximo ao homem: animais de estimação (gatos, cães) , animais de laboratório (camundongos, macacos) e também animais selvagens que vivem em ambientes próximos aos humanos: ratos, marmotas. Foram estudados mais de 20.000 animais de 24 populações diferentes, de oito espécies. Os resultados foram surpreendentes:

Em vinte e três de vinte e quatro populações, o grau de obesidade vem aumentando, como nos humanos. O aumento do peso e da obesidade nos animais aconteceu tanto em animais com a alimentação controlada, e não modificada ao longo dos últimos anos, como camundongos ou macacos, habitualmente alimentados ad libitum e sem alteração na atividade física nos últimos anos. (Eles também não têm acesso a máquinas de venda de refrigerantes ou a fast-food, por exemplo), quanto em animais vivendo em ambientes domésticos (cães e gatos) ou selvagem (ratos e marmotas).

Vejam alguns exemplos: Macacos em colônias de pesquisa: 10% de aumento, chimpanzés em laboratórios 34% de aumento em uma década, gatos domésticos 38% de aumento em obesidade, cães  domésticos 3%, ratos 21% mais obesos, camundongos de laboratório 12% por década, e mesmo em cavalos em regime de pastagem foi relatado uma incidência de 19% de obesidade.

E quais seriam os outros fatores que fazem com que humanos e animais que vivem ao seu redor ganhem peso ? Algumas respostas são óbvias: os animais domésticos estão mais sedentários e comem mais, assim como os seus donos. Mas e os ratos selvagens ? Os camundongos de laboratório ? As marmotas ? Deve haver outros fatores associados ao aumento da obesidade. Algo a ver com a proximidade aos humanos talvez.

Os ratos podem estar tendo acesso a mais alimentos, a composição e a diminuição da presença de bactérias em rações animais pode ser uma causa, alguns alimentos sofreram alterações de cultivo, a microbiota intestinal tanto de humanos quanto de animais tem sofrido alterações significativas, o aumento do estresse, associado a menos horas de sono tem sido implicada.

Alguns estudos têm mostrado que a composição da flora microbiana intestinal afeta a maneira que as calorias são extraídas dos alimentos. A diminuição das horas de sono (um americano dorme hoje, em média 7 horas, contra 9 horas há duas décadas) estimula a liberação de grelina, um hormônio que reduz os níveis de saciedade, modulados pela leptina, infecções por adenovirus-36, comuns em animais e humanos, e que aumentam com a convivência entre eles, causa obesidade em animais e o nível aumentado de anticorpos contra este vírus já foi relatado em humanos obesos.

Resultado de imagem para ratos de laboratorio obeso

Ou seja as causas prováveis são muitas e talvez não se limitem apenas à dieta e ao exercício físico. Assim, da próxima vez que notar que seu cão ou seu gato está obeso, preste a atenção, este pode ser um indicador de que alguma alteração ambiental em comum pode estar afetando a vocês dois. Mas uma coisa é clara,precisamos de mais estudos antes de tirarmos conclusões precipitadas.

PARA LER MAIS:

Klimentidis YC, Beasley TM, Allison DB  e colaboradores. Canaries in the coal mine: a cross-species analysis of the plurality of obesity epidemics. Proc R Soc B,2011:1626-34.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s