Receita: Pansotti di porro e mozzarella bufala al succo di fragole selvatiche

 

27412-tabela1

Ontem fui cozinhar e como o resultado ficou bom, fui convencido pela minha filha Gabriela a escrever a receita. Eu nunca anotei uma receita antes, e por isto é sempre difícil repeti-las. Bem, mas vamos tentar. Primeiro é preciso um nome. Como se trata de um prato de inspiração italiana, nada como um nome em italiano, daqueles de cardápio de restaurante chique, que você tem pedir ao maitre para explicar do que se trata. No meu caso pensei em Pansotti di porro e mozzarella bufala a la salsa di fragole, carote e peperoni , então resolvi dar um apelido mais curto e homenagear um dos meus cineastas prediletos, chamando o molho de Morangos Silvestres (filme do notável diretor Ingmar Bergman, lançado em 1957). Assim em italiano, o nome do prato ficou Pansotti di porro e mozzarella bufala al succo di fragole selvatiche ou em bom português : Pansotti de  alho-poró  e mussarela de búfala ao molho de morangos silvestres

Resolvido este problema, vamos aos ingredientes para 4 porções:

  • Meia cebola picada
  • Duas xícaras de cenoura crua picada
  • Duas xícaras de pimentões verde,amarelo e vermelho picados (1/3 de cada)
  • Duas xícaras de morangos maduros picados
  • Salsinha
  • Cebolinha
  • Sal (eu uso Sal de Camargue porque é menos salgado)
  • Páprica picante
  • Duas xícaras de leite
  • Mix de ervas secas ( o meu tinha sal,alecrim,salsa,manjericão)
  • Geleia de morango
  • Sementes de linhaça dourada
  • Massa recheada: a minha era pansotti, mas pode ser raviolli ou qualquer outra. (Dois pacotes de 500 g dão de sobra). É claro que se você quiser preparar a sua própria massa recheada, o prato pode ficar ainda mais saboroso, mas hoje existem boas massas frescas recheadas para vender)

Uma coisa importante, como vamos cozinhar com leite, a temperatura tem que ser baixa e o tempo mais prolongado – nada de ferver. Para isto é bom usar uma panela de ferro, esmaltada. Eu usei uma Staub – La Cocote, que permite a cocção a baixa temperatura na trempe menor do meu fogão a gás.

staub

MODO DE FAZER:

Refogue, em azeite e com calma a cebola picada, a salsinha e a cebolinha, na panela. Acrescente depois a cenoura, o pimentão , salpique um pouquinho de páprica picante e deixe cozinhar em fogo baixo, mexendo de vez em quando. Quando estiver bem cozido, acrescente o morango, mais uma pitada de páprica, sal e as ervas secas. Deixe cozinhar por cinco minutos e acrescente o leite. Coloque no fogo mais baixo possível e deixe cozinhar, sem ferver, por mais trinta minutos. Prove e você vai ver que está na hora de acertar a acidez do morango. Normalmente a acidez é diminuída com o uso de um pouco de açúcar. Neste caso, até para puxar mais o gosto de morango, usei umas duas ou três colherzinhas, das de chá, de geleia de morango. Enquanto isto cozinhe a massa de sua preferência. Quando achar que está bem cozido, retire a panela do fogo e passe todo o seu conteúdo em um processador, formando um caldo espesso. Prove, e acerte o sal se necessário.

Sirva a massa em um prato fundo, com o molho por cima. Para acrescentar uma leve crocância (que eu gosto), polvilhei um pouco de semente de linhaça dourada sobre o molho e enfeitei com o cabinho do morango (que não aparece na foto – no seu lugar está uma folhinha de manjericão). Nós achamos um prato exótico, leve e saudável. Experimente.

escritopor2mauro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s