Fazendo a feira!

verduras-dicas-de-compras-75-244-thumb-570

Não é de hoje que escuto as pessoas falarem da dificuldade em comprar legumes e verduras por não saber se estão bons. Então, aproveitando o início do ano e aquela promessa que você fez de iniciar uma vida mais saudável, aqui vai um guia prático de como comprar seus legumes com mais garantia de que o desperdício será menor e a nutrição será maior.

O primeiro passo é fazer uma lista do que vai utilizar durante a semana. Para isso consulte o site do ceasa que tem uma tabela com a época dos alimentos. Cada região tem um site diferente, este é do site de minas:

ceasa

 Para acessar clique em serviços – informações nutricionais – selecione o mês referente.

O segundo passo é colocar na cabeça que os alimentos orgânicos são as melhores opções sempre, então sempre que possível opte por eles e nunca faça a compra de legumes e hortaliças de uma só vez. Eles são produtos mais sensíveis e seu armazenamento não é tão prolongado quanto dos produtos de prateleira como arroz e feijão, assim sempre compre duas vezes na semana para garantir o frescor do alimento e evita o desperdício.

O terceiro passo e o mais difícil é saber como selecionar o produto. Vemos bancadas enormes com grandes variedades de legumes nos supermercados, mercados e feiras, mas nem sempre sabemos como selecionar o melhor alimento. Então vamos lá…

Abóbora

Selecione as firmes sem marcas de terem sido batidas na casca.

Alface

No caso da alface americana, a cabeça tem que ser bem redondinha, pesada, com folhas de tamanho médio e verde bem claras, quase brancas; as alfaces comum e crespa já são menos firmes e sua coloração é de um verde mais parecido com cor de grama. Evite folhas murchas.

Batata

 Há muitos tipos de batatas dependendo da região do país, mas, de modo geral, elas têm que estar firmes e sem pontinhos esverdeados na pele, sinal de que estão brotando. Não compre também se perceber partes machucadas ou já se abrindo.

Batata-doce

 Tanto a variedade roxa como a alaranjada devem ter a casca firme e não apresentar sinais de umidade ou começo de bolor.

Beterraba

 Escolha as de casca mais colorida e macia. Evite as beterrabas muito duras, machucadas, “murchas” ou com partes rachadas.

Brócolis

 Os mais saborosos têm uma coloração verde-escura. Se as flores estiverem abertas ou amareladas, o brócolis não está mais fresco.

Cebola

 Independentemente do tipo, branca, amarela ou vermelha, a cebola não pode ter manchas, pontos moles ou marcas pretas de bolor na casca. Não compre também se a cebola estiver “brotando” nas pontas.

Cenoura

 Uma das escolhas preferidas da criançada, por seu sabor adocicado e suave. Elas têm que estar firmes, ter cor laranja intensa e a parte externa sem buracos ou rachaduras.

Couve-flor

 Tem que ser firme, compacta e com coloração branco-cremosa. As folhas mais externas geralmente são bem verdinhas. Flores amareladas indicam que já está passando do ponto.

Ervilha

 As melhores ervilhas são as de cor bem verde, aparência “gordinha” e levemente aveludadas ao toque. Cuidado com ervilhas úmidas ou machucadas, sinais de que podem estar estragadas.

Folhas verde-escuro (espinafre, agrião, mostarda, couve, escarola etc.) 

Escolha aquelas que tiverem as folhas mais tenras, sem buracos e com cor verde vibrante. As folhas não podem estar rasgadas, murchas, escurecidas ou queimadas.

Mandioquinha (também conhecida como mandioquinha-salsa, batata-baroa ou batata-cenoura)

Escolha as mais amarelinhas, não muito graúdas, sem manchas marrons ou cortes na casca. Mandioquinhas amarronzadas indicam que já estão armazenadas há mais tempo.

Milho

 Escolha espigas com grãos macios e a casca verde. Não compre espigas com buracos (sinal de presença de bichinhos) ou com grãos secos.

Pepino

 Invista nos pepinos firmes e bem verdes e evite os mais gordinhos ou com as pontas secas.

Pimentão

 Seja verde, vermelho ou amarelo, o pimentão tem que estar com a pele bem brilhante, firme e sem machucados ou partes amolecidas.

Quiabo

 Procure quiabos bem verdes, pequenos e macios. As pontas têm que quebrar com facilidade. Se conseguir apalpar as sementes pela parte de fora, não compre porque já estão maduros demais.

(não vai sair por ai quebrando os quiabos do mercado hein? Apenas com o toque é possível saber)

Repolho

Compre os mais pesados, porque isso é sinal de que há muitas e muitas camadas de folhas. A parte de fora geralmente é descartada, mas, ainda assim, não pode estar manchada, seca ou com folhas caindo. Folhas com buraquinho podem indicar a presença de bichos na parte de dentro.

Tomate

Escolha tomates que não estejam firmes demais se precisar usá-los mais rápido, mas preste atenção para que não tenham marcas, manchas pretas ou buraquinhos na pele (sinal de bichos por dentro). Geralmente, quanto mais forte o cheiro do tomate, mais saboroso é por dentro.

Espero ter ajudado a tornar a sua alimentação mais saudável e mais prática! 😉

escritopor2gabriela

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s