“O suor é a gordura chorando”

a322c762028328c1a6450e37eae9f81dQuem nunca ouviu esta expressão antes e pensou… “mas o que o suor tem a ver com a gordura?” suor não é água?

Pois então, quando ficamos em uma sauna ou em um lugar com temperatura elevada como uma sala fechada ou uma praia em pleno verão, o corpo transpira, perdendo fluidos líquidos que são compostos principalmente por cloreto de sódio e uréia. O suor é uma forma de excretar dejetos assim como a urina, e também um fundamental regulador da temperatura corporal.

Então a gordura nada tem a ver com o suor?

Tem sim. È através do suor que eliminamos a água no processo da “queima” da gordura!

Então se ficarmos em uma sauna ou em um ambiente quente, vamos emagrecer?

Não! Essa água que perdemos através do calor é somente o suor regulador da temperatura corporal.

Então como o suor pode ser a “gordura chorando”?

Os lipídios armazenados representam a fonte corpórea mais abundante de energia potencial. Em relação aos outros nutrientes, a quantidade de lipídios disponível para a produção de energia é quase ilimitada. No homem, uma massa aproximada de 9000g de lipídios é suficiente para fornecer 81000Kcal. Este estoque permitiria a um homem adulto andar 259 horas ou correr durante 67 horas. Por outro lado, o estoque de glicogênio muscular, algo em torno de 350g, fornece 1400Kcal, permitindo caminhar apenas 4,8 horas ou até mesmo correr durante 1,2 horas

Assim, o nosso corpo, além de utilizar glicogênio e proteínas, ele também utiliza gorduras como fonte de energia. Mas essa molécula de gordura, armazenada no nosso tecido adiposo é muito grande para ser utilizada rapidamente, então ela precisa ser quebrada em micropartículas que podem ser utilizadas pelo nosso organismo para produzir energia.

Quando estamos fazendo atividade física, utilizamos a gordura como fonte de energia – claro que a contribuição dos diferentes tipos de gordura depende do exercício realizado, duração, intensidade e estado de treinamento do indivíduo. Mas explicando de maneira bem simplificada para todos entenderem, a gordura é quebrada em triglicerídeos formados por hidrogênio, carbono e oxigênio. Esses triglicerídeos se transformam a partir de vias metabólicas complexas, dando energia para a célula, gerando água, carbono e muitas outras substâncias (isso é papo para outro post, o foco aqui é na água eliminada). Assim, a água que foi gerada sai do corpo na forma de suor.

Então, o suor apenas ajuda a eliminar a água que restou no processo da “queima” de gordura durante a atividade física. Quando suamos em um ambiente com altas temperaturas, não eliminamos gordura, eliminamos apenas água e eletrólitos. Se o objetivo é perder peso, de nada adianta ficar passando calor à toa – no máximo o indivíduo fica desidratado –  o que dá certo mesmo é uma reeducação alimentar com um bom profissional e atividade física. 😉

escritopor2gabriela

Anúncios

Uma resposta em ““O suor é a gordura chorando”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s