E a tal Espirulina? Será que pode?

SPIRULINAM

Agora é a vez da Espirulina né gente, todo mundo querendo saber o que é, como que consome, se emagrece mesmo, e por aí vai. Pois bem, vamos saber do que se trata então…

A espirulina é legalmente autorizada como complemento alimentar na Europa, Japão e Estados Unidos pelo FDA (Food and Drug Administration), sem efeitos tóxicos ao organismo (Belay et al., 1993; Von Der Weid et al., 2000). No Brasil, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) permite sua comercialização desde que o produto final no qual o microrganismo tenha sido adicionado esteja devidamente registrado (Brasil, 2008).

A Spirulina app é uma bactéria que está sendo muito estudada, consumida e utilizada na indústria de alimentos devido as suas propriedades nutricionais e farmacêuticas. Ela é umas das fontes mais ricas em beta-caroteno e ferro absorvível, além de conter compostos fenólicos, ficocianina, ácido gama-linolênico e outros ácidos graxos essenciais.

O conteúdo protéico da Spirulina atinge 60-70% do seu peso seco. Estas proteínas apresentam excelente qualidade com um índice balanceado de aminoácidos essenciais. As proteínas presentes possuem digestibilidade de 70%. Entre os aminoácidos não essenciais presentes na Spirulina estão: alanina, arginina, ácido aspártico, cistina, ácido glutâmico, glicina, histidina, prolina, serina e tirosina. Entre os aminoácidos essenciais, estão a isoleucina, a leucina, a lisina, a metionina, a fenilalanina, a treonina e a valina. A fim de suprir as necessidades diárias de aminoácidos essenciais requeridas por um adulto saudável, seria necessário o consumo de 25g/dia de Spirulina spp. Esta quantidade de Spirulina seria muito elevada para o consumo em cápsulas ou para a adição em produtos alimentícios sem alterações perceptíveis de sabor, devendo-se considerar, portanto, as demais fontes de aminoácidos essenciais, principalmente as oriundas de produtos cárneos e laticínios, consumidas por um adulto. (Ambrosi, M.A et al, 2008)

A ação de Spirulina spp. é comprovada através da sua efetividade na inibição da replicação de alguns vírus, no tratamento de câncer, na redução dos lipideos, da glicose e da pressão sanguínea, na melhora da microbiota intestinal e resposta imunológica, na proteção renal,e no combate à desnutrição através do aumento da absorção de minerais. Dados sugerem que a biomassa de Spirulina spp., é um excelente suplemento alimentar, além de ajudar no tratamento de algumas doenças.

Mas como nem tudo na vida são rosas vermelhas, esse fitoterápico não pode ser usado “a torta e a direta”. Primeiro que ele só pode ser prescrito por um nutricionista ou médico e segundo que de nada adianta sair por aí tomando espirulina e ao mesmo tempo ter uma vida sedentária e uma dieta irregular.

Atualmente, a Legislação brasileira recomenda, como limite máximo de consumo diário por pessoa, 1,6g de Spirulina (BRASIL, 2009). Mas as cápsulas não são indicadas para gestantes, nutrizes (bebês que ainda amamentam) e crianças, devido à maior fragilidade do organismo nessas fases da vida. Se usada indevidamente, os efeitos colaterais são vômitos, náuseas e diarreias; por isso, a orientação de um profissional é sempre importantíssima.

E como eu sempre digo, não existe milagre para a perda de peso, novos estudos relacionados à espirulina já estão sendo publicados, e no que se refere ao emagrecimento, não são nada animadores. Pode até ser usado como suplemento alimentar, mas no que se refere à perda de peso, meus amigos, o segredo continua sendo sendo atividade física e dieta acompanhados de bons profissionais.

Referências:

Rev. Ciênc. Farm. Básica Apl., v. 29, n.2, p. 109-117, 2008 – Propriedades de Saúde de Spirulina app

Spirulina in Human Nutrition and Healthy – Taylor et al, 2008

Spirulina, exercício e controle da glicemia em ratos diabéticos – Leandro Pereira de Moura et al 2012

Rev. Inst. Adolfo Lutz;69(1):69-77, jan.-mar. 2010.Uso da Spirulina platensis na recuperação de ratos submetidos à dieta de restrição proteica

escritopor2gabriela

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s