E o açúcar realmente não pode?

Acho que a nossa alimentação nunca foi tão condenada como tem sido atualmente. Essa semana publicamos um estudo (confira aqui) que mostra a relação do consumo de altos níveis de açúcar com o envelhecimento do cérebro e o risco de demência.

Quimicamente falando os “açúcares” são compostos formados a partir da união de átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio, independente do seu tipo (glicose, frutose, sacarose ou lactose). No dia a dia vamos ter os açúcares naturalmente encontrados nos alimentos, e os açúcares de adição, aqueles utilizados pela indústria alimentícia para conferir melhor sabor ou textura aos alimentos. E esse último sim, é que devemos ter maior atenção.

Para a Organização Mundial de Saúde o consumo de açúcares de adição, não deve ultrapassar 10% das nossas calorias na nossa dieta.

Em uma pesquisa rápida no site da Embrapa, dá ver o real consumo de açúcar no Brasil nos últimos 60 anos. Enquanto em 1930 os brasileiros consumiam em média 15 quilos de açúcar por habitante por ano, em 1990 esse número subiu para 50 quilos por ano, e ainda continua subindo. A estimativa atual é de que cada brasileiro consuma em média entre 51 e 55 quilos de açúcar por ano (aproximadamente 150 gramas por dia), enquanto a média mundial é de 21 quilos de açúcar por pessoa.

Segundo alguns cientistas americanos, esse açúcar que é adicionado aos alimentos ativa o nosso sistema neurológico causando euforia através da liberação de um hormônio chamado de dopamina. O resultado? Nos tornamos cada vez mais tolerantes, ou melhor, viciados ao açúcar.

Mas vamos com calma. Não estou dizendo que você está proibido de tomar o seu café com açúcar no final da tarde, ou que tem que trocar o açúcar pelo adoçante. Aliás, independente de qual é o melhor adoçantes, eles foram criados para atender as pessoas diabéticas, isso é um fato!

Os açúcares devem fazer parte da nossa dieta. Restringir todo e qualquer tipo de fonte de açúcar (carboidratos) significa reduzir a quantidade de substrato que oferecemos para o nosso corpo produzir energia.

Quer dar os primeiros passos para reduzir o açúcar extra na sua dieta? Fique atento aos rótulos dos produtos industrializados. Por lei, as empresas são obrigadas a declararem em seus rótulos a lista de ingredientes que contêm naquele determinado produto, obedecendo a ordem de maior quantidade de ingrediente por porção.

escritopor2evandro

Fontes:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s