Cozinhando com Tapioca e Novos Baianos

É sexta-feira meu povo! Hoje não tem playlist e nem super receita mas tem dica musical e de o que comer, claro! Vamos pagar um pouco de “modinha” hoje e sugerir um alimento que está sendo consumido em todo o país, mas que já era rotineiro no norte e nordeste brasileiro: a Tapioca.

Esse alimento (que nada mais é do que uma fécula de mandioca passada na frigideira) virou frisson por ser uma fonte livre e rápida (e sem glúten) de carboidratos, e por ter a possibilidade de ser recheada com alimentos saudáveis e nutritivos. No nordeste e norte do Brasil os recheios típicos são um pouco mais pesados do que os consumidos pelas modelos e atrizes por ai – a tapioca clássica tem recheio de queijo coalho ou coco ralado (em alguns casos com leite condensado), ou é servida pura com manteiga (minha versão preferida).

tapioca

Tapioquinha com manteiga ❤

Antes de começar a se arriscar na tapioca é bom saber que este alimento é considerado Patrimônio Cultural da cidade de Olinda, desde 2006, por isto seu valor cultural para o povo brasileiro é muito mais importante do que suas características nutricionais. Diante disto, sugerimos que você consuma a tapioca com seus recheios saudáveis sim, mas que não deixem de provar a versão original (especialmente a com manteiga, para conhecer o verdadeiro sabor do alimento). Algumas sugestões de recheios de baixa caloria são: tomatinhos cereja, manjericão e queijo; banana com canela em pó; cogumelos shitake; palmito, cebola e tomatinhos – use a criatividade!

Como a tapioca é simples e fácil de fazer (é só jogar a farinha em uma frigideira aquecida e moldar no formato desejado), o som que acompanha esta noite gastronômica deve ser leve e divertido. Como Morais Moreira já fez até canção pra tapioca (“Tapioca de Olinda“), resolvemos indicar não ele, mas a o grupo que o lançou como artista e cantor: os Novos Baianos. Esta trupe baiana fez, durante toda a década de 70, um MPB ousado e delicioso de se escutar, usufruindo de várias influências musicais de todo o país, mas sem perder sua baianidade.

novos-baianos

Tapioca combina com uma boa Cajuína, um suco de Guaraná (natural né?), uma caipirinha com pinga (por favor, sem vodka!) ou, pros corajosos, um Capeta Turbinado.

Uma boa sexta-feira a todos!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s