E o bacalhau, pode?

Com a páscoa chegando, além dos mercados e padarias se enlouquecerem com as vendas de ovos de chocolate, outro produto ganha destaque na prateleira e na mesa do brasileiro: o bacalhau. Mas comer este peixe cheio de sal pode? Pode sim, e vamos te contar porquê.

bacalhau

O bacalhau é um peixe originário dos mares nórdicos, encontrado com grande frequência na costa da Noruega, Canadá e Alaska. O que chamou a atenção dos navegantes portugueses, lá nos tempos de Cabral, para este tipo de alimento foi a facilidade de adaptação ao processo de salga, para conservação do peixe para transporte em longas viagens (afinal, naquele tempo não existia geladeira e nem conservantes artificiais). Por isto conhecemos este peixe como um produto originário de Portugal, mas não se enganem, o bom e originário bacalhau é capturado bem longe dali.

Devido a pesca predatória frequente deste peixe, e consequente diminuição de sua oferta nos mares gelados da Noruega e Canadá, o preço deste produto costuma ser alto e, muitas vezes, abusivo. Por isto não dá para servir bacalhau todo dia na mesa dos brasileiros (e nem mesmo na dos portugueses). O bacalhau da noruega é o mais caro, por ter sabor mais delicado e por conseguir manter postas inteiras após o dessalgue. O canadense é de preço inferior, mas nutricionalmente semelhante ao irmão norueguês.

A vantagem nutricional do bacalhau é que ele é uma excelente fonte de proteínas e ômega 3 (como qualquer outro peixe), porém com baixo teor de gorduras. Se o processo de dessalgue for feito direitinho (de 24 a 48h, dependendo do tamanho da posta, e em água gelada) não há risco de consumir grandes quantidades de sal, o que preocuparia os indivíduos hipertensos. Vale ressaltar aqui que 100g deste peixe contém em média 130kcal, isto se ele for consumido a parte. Geralmente as bacalhoadas, ou outros pratos que levam este peixe em sua composição (como o bacalhau com natas) costumam levar ingredientes mais “pesados”, podendo elevar o valor calórico deste alimento para até 300kcal por posta.

O bacalhau é sim uma excelente opção de alimentação para a páscoa (especialmente para os adeptos de carne branca na sexta-feira da paixão), mas lembre-se de atentar ao preparo do prato e comer sempre com moderação!

escritopor2marina

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s