MEL PODE?

SIMM!!
“Comida líquida e doce produzida nas bolsas de mel de várias abelhas a partir do néctar coletado das flores. O néctar é amadurecido em mel por inversão de seu açúcar de sacarose em frutose e glucose. É um pouco ácido e tem propriedades anti-sépticas moderadas e às vezes é usado no tratamento de queimaduras e lacerações.”
O mel é um alimento de alto valor energético ( 360 kcal / 100g). Sua constituição é composta basicamente por:
– Açúcares simples (glicose + frutose);
– Ácidos orgânicos (têm bastante efeito no sabor, e podem ser responsáveis, em parte, pela estabilidade do mel em frente a microorganismos);
 -Minerais como cálcio, cloro, cobre, ferro, manganês, magnésio, fósforo, potássio, sódio, enxofre, zinco,  iodo. (presentes em quantidades pequenas em relação às necessidades nutricionais de adultos);
– Vitamina C e do complexo B, devido principalmente à presença de fragmentos de pólen;
Substâncias antioxibantes, como os flavonóides e ácidos fenólicos (tal propriedade atribuída ao mel faz com que ele seja utilizado como coadjuvante na área terapêutica em diversos tratamentos profiláticos)
É o único produto doce que contém proteínas e diversos sais minerais e vitaminas essenciais à nossa saúde
Muitos são os microorganismos sensíveis a ação do mel:
– Bactérias envolvidas no processo diarreico, como Echerichia coli e Salmonela species
– Mycobacterium tuberculosis, da tuberculose; 
– Streptococcus mutans, um dos causadores da cárie dentária;  
– Staphylococcus aureus, de infecções de ferimento;
Streptococcus faecalis, presente em infecções urinárias 
Helicobacter pylori, causadora de úlcera péptica apresenta média sensibilidade aos efeitos do mel que, protege a mucosa gástrica com sua ação anti-inflamatória e antioxidante, estimulando o crescimento de novas células epiteliais.
O mel é um excelente repositor de carboidratos, podendo substituir a maltodextrina/dextrose. Pode ser usado como pré, durante e pós treino. Mas atenção, apesar de todos os efeitos benéficos o mel ainda é um carboidrato e não deve ser consumido em excesso. Procure o seu nutricionista para ser bem orientado a respeito das quantidades que deve consumir.
* O produto não pode ser consumido por crianças com idade inferior a 1 ano, devido a possibilidade de contaminação pela bactéria Clostridium botulinum, causadora de botulismo. O sistema imune de crianças nesta faixa etária não possui capacidade imunológica para destruir o microorganismo.
Anúncios

Uma resposta em “MEL PODE?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s