Substâncias Termogêmicas

Os termogênicos também são conhecidos como “fat burners“, ou queimadores de gordura. O principio ativo é composto por substâncias adrenérgicas, que liberam adrenalina, provocando aceleração nos batimentos cardíacos, mais disposição para atividades físicas e mentais e, como conseqüência, um pequeno aumento da temperatura corporal.  Assim, associados a uma atividade física eficiente e à utilização de uma dieta saudável, perde-se peso. O uso deve ser estabelecido por um profissional de saúde, com a orientação do mesmo. Isoladamente não cumprem o que prometem, falamos de atividade física e orientação nutricional conjuntas. Pensar que nesses produtos se encontra a solução dos problemas com a balança e adotá-los como verdadeiros milagres, pode ser apenas ilusão

As bulas asseguram que: “Reduz visivelmente a gordura corporal, garante definição muscular, evita o efeito sanfona, ajuda a manter o peso, acaba com a gordura localizada da barriga.”
São vários os bloqueadores de gordura comercializados nas farmácias, lojas de suplementos alimentares e internet. A facilidade está ao alcance de todos, mas deve-se atentar para os princípios ativos. Um deles é a efedrina (ativo que acelera o metabolismo, mas causa uma série de efeitos colaterais como taquicardia e pressão alta). Depois vem, a L-carnitina, também conhecida como Fat Burner, um aminoácido que aceleraria a queima de gordura, mas sua eficiência vem sendo contestada.
Outras substâncias estimulantes, como cafeína e taurina também prometem ajudar na perda de peso. A quitosana, que é uma fibra extraída da casca de crustáceos, faz a mesma promessa: impedir a absorção de gordura.
O Ácido Linoléico Conjugado, mais conhecido por CLA, agiria na enzima responsável por armazenar a gordura ingerida. Sob efeito do produto, esta enzima seria usada como a principal fonte de energia, em vez de estocar nas células e virar aqueles pneuzinhos indesejáveis. A maioria dos estudos tiveram efeito positivo nos ratos. Os resultados no ser humano deixaram a desejar.
Tem mais: nem todos os CLAs são iguais. Nas pesquisas que mostraram resultado, foi testado o isômero trans 10 cis 12 (as moléculas do CLA são agrupadas de uma forma específica). Isso significa que essa combinação foi considerada a mais eficaz. O problema é que a maior parte das marcas importadas e nacionais que vendem o CLA não cita se é esse isômero que está contido na fórmula.
Como é nomeado de suplemento, pode dar a impressão de se tratar de algo natural e que não traria mal a saúde. Se a pessoa tomar uma dose acima de 2 gramas ao dia pode sentir náuseas. “Se a dosagem diária chegar a 6 gramas, pelo menos dez estudos apontaram para o risco de desenvolver resistência à insulina, o que, a longo prazo, poderia causar diabetes.”
O DMAA é uma substância semelhante à anfetamina que está presente na composição de alguns produtos classificados como suplementos alimentares com indicação para emagrecer ou aumentar o rendimento em atletas. Atualmente os suplementos que contém o DMAA são os mais procurados por praticantes de atividade física e atletas. Este composto não possui estudos suficientes para definição do seu perfil, seus efeitos ainda são muito vagos e não se sabe a dosagem que deve ser indicada e muito menos a dosagem limite.

ENTENDA:

CLA – Ácido Linoléico Conjugado.

O que promete? Auxiliar na redução de gordura corporal, ao aumento do metabolismo e ganho de massa muscular.

Quitosana – é uma fibra formada por um aminopolissacarídeo derivado da quitina, um polímero de ocorrência natural, obtido a partir de exoesqueletos de crustáceos (camarão, lagosta e caranguejo).

O que promete? Auxiliar na redução da absorção de gordura e colesterol. Pessoas alérgicas aos crustáceos devem abster-se.

L – carnitina – é um complexo protéico presente em todas as mitocôndrias do corpo. Este composto de aminoácidos tem recebido atenção por ser um dos responsáveis pela oxidação lipídica, de modo que tem sido vendido como um fat burner. Em indivíduos deficientes de carnitina, sua suplementação é de grande importância, porém, até o momento, não há um acordo sobre sua influência na performance.

O que promete? Energia para atividades musculares.

Efedrina – é um estimulante que age no sistema nervoso central e é amplamente usada como descongestionante nasal e no tratamento de asma. Efedrina é encontrada em muitos produtos populares para emagrecer, alguns dos quais a FDA (Food and Drug Administration – agência norte-americana que regula medicamentos e alimentos) acredita que podem ser perigosos. De fato, a FDA baniu recentemente a venda, embora não a posse, de todos os suplementos alimentares contendo efedrina. A maior parte dos problemas sérios associados à efedrina envolvem pressão alta, a qual pode causar sangramento no cérebro, infarto ou ataque cardíaco. A efedrina HCL, usada como broncodilatador, é considerada um medicamento e não suplemento; de forma que não é alvo do banimento da FDA.

Taurina – é um aminoácido presente em alimentos de origem animal e é também produzida pelo organismo humano. É usada nos energéticos por seu efeito desintoxicador, facilitando a excreção de substâncias pelo fígado que não são mais importantes ao corpo. Outro atributo relacionado a este aminoácido é de poder intensificar os efeitos da insulina, tendo sido responsável por um melhor funcionamento do metabolismo de glicose e aminoácidos, podendo auxiliar o anabolismo.

Cafeína – doses terapêuticas de cafeína estimulam o coração, aumentando a sua capacidade de trabalho e produzindo também dilatação dos vasos periféricos.

Uma xícara média de café contém, em média, cem miligramas de cafeína. Já numa xícara de chá ou em um copo de alguns refrigerantes, encontram-se quarenta miligramas da substância. Sua rápida ação estimulante faz dela poderoso antídoto à depressão respiratória em conseqüência de intoxicação por drogas como morfina e barbitúricos. A ingestão excessiva pode provocar, em algumas pessoas, efeitos negativos como irritabilidade, ansiedade, agitação, dor de cabeça e insônia.


DMAA -causa o aumento da frequência cardíaca, pressão arterial, temperatura, até mesmo irritação e agitação. Outros efeitos menos observados são: diarreia, enjoo, insônia, dores de cabeça e vômitos. Representa hoje o composto nais poderoso presente nos “melhores” suplementos do mundo, inclusive dos termogênicos. Ele ajuda de maneira direta  na queima de gordura e aumento de energia, porém existem indícios de que pode afetar a saúde humana e causar sérios problemas. Ele pode ser comparado com a Anfetamina. A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a importação e a venda dos suplementos alimentares Jack3D, Oxy Elite Pro e Lipo-6 Black. Eles contêm a substância dimethylamylamine (DMAA), que pode causar graves danos à saúde das pessoas e, em alguns casos, até a morte.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s