Você sabe o que é caviar?



“Você sabe o que é caviar? Nunca vi, nem comi, eu só ouço falar”, diz Zeca Pagodinho. Muita gente acha que sabe o que é caviar: “são ovas de peixe”, dizem os mais espertinhos. Mas não é simples assim.

Caviar é o nome da ova já madura do Esturjão (peixe ameaçado de extinção). Esse peixe é encontrado especialmente no Mar do Norte, ao longo da costa Atlântica da Europa e do Mediterrâneo, até o Mar 
Negro e Mar Azov.



Os historiadores contam que o consumo começou com os russos, mas com as camadas mais simples, há 3 mil anos antes de Cristo! Porém, a rainha Catarina (Rússia, século XVI) resolveu gostar das ovinhas e estas começaram a ser classificadas como ‘comida da nobreza’. Para isso ela regulou a pesca e OBRIGOU quem pescasse algum Esturjão avisar ao Tsar – caso contrário, pena de morte!

Mas – lembrem-se das aulas de história! – os bolcheviques expulsaram a nobreza russa, e estes correram para Paris. Os nobres chegaram em Paris comendo Caviar, e adivinhem? Os franceses, que adoravam (ou adoram ainda?) uma ‘frescurinha’ começaram a comer também! E daí pros EUA foi um pulo e PRONTO: o 
Caviar ficou conhecido como ‘comida de rico’.

E como é ‘feito’ o Caviar?

Vou tentar explicar de forma mais reduzida possível: As ovas são retiradas de uma fêmea ainda viva, peneiradas, lavadas, escorridas, as vezes são triadas – para ocorrer uma homogeneização de tamanho, cor e consistência) – e salgadas. Depois são colocadas naquelas pequenas caixinhas caríssimas.

Passeando no Eataly, em NY, vi latinhas de caviar de 30 gramas por U$ 380!!!!!!!! 

Através das minhas pesquisas aprendi que existem vários tipos de caviar, que variam de acordo com a quantidade de sal, cores, região, peixe e etc. A FAO (Food Agriculture Organization – ou seja, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) pede para que, toda e qualquer ova que não seja um caviar legítimo seja classificada como “similar de caviar” ou “ovas de peixes”.

Provavelmente será difícil você ver uma fartura de caviar como aí embaixo, aqui no Brasil… Mas viajando para a Rússia você pode visitar degustação de caviar! 


Ah! O Caviar é rico em ferro e não é muito calórico – a maior parte das suas calorias se devem a grande quantidade de gordura saturada.

E fiquem com Zeca que prefere ovo frito, farofa e torresmo! 



Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s