Molho Pesto

Outro dia uma amiga me pediu uma receita de molho pesto e lembrei que há muito tempo não fazia essa receita em casa. E na hora de fazer a receita pensei em cada ingrediente, concluindo que o molho pesto é um molho SUPER saudável!
Pra quem não conhece o molho pesto é aquele ‘verdinho’ usado em massas e saladas. Geralmente os self services – ou restaurantes naturais – costumam ter esse molho disponível. 
Pelo que eu pesquisei o Molho Pesto teve seu ‘nascimento’ em Gênova, na Itália. Li em alguns lugares que o nome ‘Pesto’ tem origem no verbo impastare, que significa amassar. Admito que essa história do nome não tem veracidade comprovada, mas faz sentido né?

A receita original leva pinoles e queijo pecorino. Pinoles são frutos pequenos, alongados; cerca de 1,5 cm de comprimento; bege-claro; sabor amanteigado e suave. Queijo pecorino (romano) é um queijo de leite de ovelha integral, branco, com casca fina e preta. Tem sabor muito salgado, picante; é seco e farinhento. Até onde eu sei esses dois ingredientes não são os mais baratinhos do mundo: já vi queijo pecorino vendido a R$90,00 o quilo e os pinoles a mais de R$ 300,00 o quilo!
Como não vamos gastar essa pequena fortuna em um molho, substituiremos os pinoles por nozes e o queijo pecorino por parmesão.
Quando aprendi a cozinhar tomei como lição que a ‘cozinha salgada’ não tem medidas certas, é uma alquimia.  Por isso vou passar algumas medidas a vocês, mas tudo depende do gosto da pessoa. Eu gosto de colocar mais nozes no molho, tem gente que gosta dele menos doce… isso varia de acordo com a preferência e com  a qualidade dos ingredientes.
01 maço de manjericão (só as folhinhas, sem os cabinhos)
01 dente de alho
10 gr de nozes trituradas
100 gr de parmesão ralado
Azeite de oliva
Sal a gosto
Coloque todos os ingredientes (menos o azeite e o sal) em um processador e bata até que fiquem bem picadinhos e se misturem. Vá adicionando o azeite de oliva até dar o ponto que você deseja. Prove e se desejar adicione sal.
E as vantagens nutricionais do molho pesto
Azeite: Rico em gorduras monoinsaturadas que beneficiam os níveis de colesterol
Alho: rico em vitamina C e tem propriedades bactericidas, combatendo infecções
Parmesão : os queijos são ótimas fontes de proteína e cálcio, além do seu poder cariogênico (combate as cáries!)
Nozes: ricas em vitamina E, potássio, ferro, manganês, ácido fólico, além de gorduras monoinsaturadas.
Manjericão: Fonte de vitamina K, Ferro, Cálcio e vitamina A
O molho pesto feito com 10 gr de nozes + 50  mL de azeite + 100 gr de parmesão ralado tem aproximadamente 700 calorias. Como tem a função de um molho/tempero e tem um sabor mais acentuado, seu uso é uma ótima saída para evitar molhos a base de creme de leite e maionese.

Espero que vocês façam em casa e se deliciem com esse molho!



Obs: há quem faça pesto de rúcula. Eu acho uma delícia!!! E é a mesma fórmula!

2 respostas em “Molho Pesto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s