Celíacos, o que comer?

Diferente do que imaginamos, a dieta de um celíaco não é prejudicada pela falta do glúten. Se avaliarmos bem, atualmente é possível encontrar muitas alternativas alimentares para estes pacientes, portanto, colocamos abaixo algumas dicas:
– A opção do produtos livre de glúten no mercado é grande, há pães, massas, bolos e biscoitos direcionados para uma dieta sem glúten. A única desvantagem ainda é o preço.
– Para os que não gostam de se arriscar com estes produtos, existem alguns grãos que surgem como boas opções de substitutos: a aveia e a quinoa, ricas em fibras, vitaminas e minerais. Existem muitos alimentos a base de quinoa nos supermercados brasileiros, portanto aproveite que este alimento está em alta! O grão de quinoa também pode ser adicionado em receitas como saladas marroquinas, no lugar do trigo!
– No almoço e no jantar a falta do glúten nem é sentida. O arroz, o milho e a batata são as grandes fontes de carboidrato desta refeição e nenhuma contém glúten. Evite fazer pratos com massas como quiches e tortas, tanto para evitar o glúten, como para evitar o excesso de calorias. E lembre-se sempre de completar o prato com vegetais e um pedaço de carne!
– Em restaurantes e self services é que o celíaco necessita de maior atenção. Pergunte sempre se o prato que você pediu ou o alimento que escolheu é preparado sem trigo, cevada, centeio ou algum derivado, para evitar desconfortos na hora da refeição. E quando comprar um produto industrial procure sempre na embalagem a frase: “Alimento isento de glúten”.
Estas são algumas das várias dicas para o doente celíaco. Para maiores informações e orientações, procure um profissional! 
E aguarde as receitas!

3 respostas em “Celíacos, o que comer?

  1. Eu concordo Raquel,mas infelizmente o único tratamento para a doença é a dieta e, por mais que seja difícil, e eu concordo que é difícil pois mexo com isso, ela deve ser seguida. Não é preciso ter vergonha de pedir para tratar seu alimento de maneira mais cuidadosa ou para perguntar sobre quais ingredientes tem uma receita, é difícil, é trabalhoso, mas é o seguro, o mais correto. O celíaco deve mudar seus hábitos alimentares, assim como o diabético, o hipertenso e o doente renal, e isto não significa uma limitação, talvez somente uma mudança de comportamento. Isto não é frescura, ou coisa de gente maluca, e sim o tratamento de uma doença. Nós, médicos e nutricionistas, estamos aqui para ajudar no que for necessário, e como qualquer outro tratamento, não é fácil, mas é possível.Abs, e obrigado pelo comentário!

  2. Celíacos que moram nas grandes cidades já encontram mais produtos industrializados sem glúten, mas nós que moramos nas cidades do interior dos estados temos bastante dificuldade em conseguir até mesmo as farinhas permitidas ( às vezes o creme de arroz e a fécula de batata somem do mercado ). As festas de família, da escola ou do trabalho também são um problema. Um simples churrasco com os amigos pode ser um grande problema. As pessoas sempre acham que a dieta do celíaco é "frescura" e que a contaminação cruzada é coisa de gente "maluca". O convívio social do celíaco não é fácil e hoje é o principal motivo das pessoas celíacas desistirem da dieta, para não se sentirem excluídas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s