Regras alimentares: Regra 40 :”Seja o tipo de pessoa que toma suplementos – depois retire os suplementos”

Resultado de imagem para vitamins supplements

“Seja o tipo de pessoa que toma suplementos – depois retire os suplementos”

Continuando na tarefa de publicar as regras alimentares simples, estas é regra número 39 das 64 regras da comida publicadas por Michel Pollan em 2009 (ver post)

 

Vocês já devem ter reparado que as pessoas que tomam suplementos são, em geral, mais saudáveis que as demais. Mas vocês, com certeza, também já leram, até aqui mesmo, a citação sobre sobre estudos controlados sugerindo que o uso de suplementos tomados parece não ser eficaz. Como explicar este aparente paradoxo ?

Resultado de imagem para health people and supplements

É simples. Aparentemente, quem usa suplementos é mais saudável porque costumam ter mais cuidado com a sua saúde. Os trabalhos têm mostrado  que elas têm educação melhor, melhores condições financeiras, se exercitam mais e comem mais alimentos integrais.  Portanto o uso de suplementos seria simplesmente um marcador de bons hábitos e não a causa da melhor saúde destas pessoas.

A sugestão de Michael Pollan: “Na medida do possível, seja o tipo de pessoa que tomaria suplementos e depois poupe dinheiro”

Resultado de imagem para health people and supplements

Toda regra tem exceção. Os suplementos são essenciais para quem deficiência  em algum nutriente, para os idosos, que têm necessidade  de maior quantidade de antioxidantes e ao mesmo tempo têm menor capacidade digestiva para absorvê-los.

TODAS AS REGRAS:

Regra 1: Coma Comida (Ler Post)

Regra 2: Não coma nada que sua avó não reconheceria como comida (Ler post)

Regra 3: “Evite produtos alimentares que contenham ingredientes que nenhum ser humano comum tenha na despensa” (Ler post)

Regra4: “Evite produtos alimentícios que contenham xarope de milho com alto teor de frutose” (Ler post)

Regra 5: Evite produtos que contenham alguma forma de açúcar (ou adoçante) listada entre seus três primeiros ingredientes” (Ler post)

Regras 6 e 7:  (Ler post): ”Evite produtos alimentícios que contenham mais de cinco ingredientes” e “Evite produtos alimentícios que contenham ingredientes que um aluno do terceiro ano não consiga pronunciar “

Regra 8: (Ler post): “Evite produtos alimentícios com propaganda de propriedades saudáveis”

Regra 9: “Evite produtos alimentícios que tenham no nome os termos ‘light’, ‘baixo teor de gordura’ou ‘sem gordura’” (Ler post)

Regras Número 10 e 11:  “Evite alimentos que estejam fingindo ser o que não são ” e “Coma alimentos feitos com ingredientes que você pode imaginar crus ou crescendo na natureza” (Ler post)

Regra  Número 12:  “Compre nos corredores ao longo das paredes do supermercado e fique longe do centro “(Ler post)

Regras  Número 13 e 14:  “Só coma alimentos que acabarão apodrecendo”e “Coma alimentos feitos com ingredientes que você pode imaginar crus ou crescendo na natureza”(Ler post)

Regras 15,16 e 17: “Fuja do Supermercado Sempre Que Puder” “Compre seus lanches na feira””Se veio de um vegetal, coma, se foi fabricado, não coma”(Ler post)

Regras Número 18 e 19: “Fuja do supermercado sempre que puder”; “Compre seus lanches na feira (Ler post)

Regras Número 20 e 21: “Só coma alimentos preparados por humanos” ou “Não ingira alimentos preparados em locais nos quais se exige que todo mundo use touca cirúrgica”(Ler post)

Regra 22: Coma principalmente vegetais, sobretudo folhas. (Ler post

Regra 23: Comer o que fica em pé numa perna só (cogumelos e vegetais) é melhor que comer o que fica em pé em duas patas (aves), que é melhor que comer o que fica em pé em quatro patas (porcos,vacas e outros mamíferos). (Ler post)

Regra 24: Faça refeições coloridas. (Ler post)

Regra 25: Beba a água do espinafre. (Ler post)

Regra 26: Coma animais que se alimentaram bem (Ler post)

Regra 27:Se tiver espaço compre um freezer (Ler post)

Regra 28:  Adoce e salgue a sua comida você mesmo (Ler post)

Regra 29: Coma os alimentos doces como você os encontra na natureza (Ler post)

Regra 30: Coma como um onívoro (Ler post)

Regra 31: Coma alimentos cultivados em solo saudável (Ler post)

Regra 32: Coma alimentos silvestres quando puder (Ler post)

Regra 33: Não se esqueça dos peixinhos oleosos (Ler post)

Regra 34: Coma alguns alimentos que foram pré-digeridos por bactérias ou fungos (Ler post)

Regras 35,36: Adoce e salgue sua comida você mesmo; Coma os alimentos doces como você os encontra na natureza (Ler post)

Regras 37 e 38 : Quanto mais branco o pão mais cedo você vai para o caixão – Que tipo de dieta devo comer /Dê preferência aos tipos de óleo e de grãos moídos em mós – (Ler post)

Regra 39: Coma todas as besteiras que quiser, desde que você mesmo as cozinhe- (Ler post)


Livro de Receitas: Capricórnio : Omelettes Soufflées com Confiture de Laranja e Tangerinas Confites

Resultado de imagem para omelette soufflé orange

 

Continuando a postar uma gostosa brincadeira, publicada na saudosa revista Gula em janeiro de 2000: O Cardápio Astrológico.  “Um guia da boa mesa com pratos que combinam melhor com cada signo”.

O artigo original é assinado por Elisa Donel,  jornalista Elisa Donel, que mora na França há 20 anos e é autora entre outros de “O Passaporte do Gourmet -Um Mergulho na Gastronomia Francesa”. Agora é a vez de Capricórnio.

CAPRICÓRNIO: 22 de dezembro a 20 de janeiro

A noção de dever e trabalho está muito presente neste signo. Meio terra e meio água, Capricórnio é também marcado pela necessidade da escolha. Entre destino e vontade, razão e sensibilidade, a análise lhe permite vencer as hesitações e equilibrar as forças contraditórias. Ele vai ponderar sempre. O capricorniano não é um gourmet por excelência e, se deixar seus compromissos para atender um convite, será pelo prazer da companhia. Também não espere que ele faça altos elogios sobre os dotes culinários de ninguém. A emoção é uma característica guardada profundamente por um capricorniano, é preciso saber conquistá-la.Crie uma atmosfera zen e alegre para que o capricorniano possa se sentir à vontade. Quanto à comida, ele prefere pratos simples e tradicionais. Na sua casa, por exemplo, é do tipo que come na própria cozinha, em um canto da mesa. Por isso, nem pense em iniciá-lo nos sabores exóticos da cozinha oriental ou nas surpresas da fusion cuisine. Ofereça-lhe a simplicidade de uma salada de lentilhas. Continue com um prato tradicional e para encerrar a refeição, escolha uma sobremesa que combine ovo e frutas cítricas como omelettes soufflées com confiture de laranja e tangerinas confites.

INGREDIENTES: 4 porções

  • 8 ovos
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 4 colheres (sopa) de rum
  • 30g de manteiga
  • 4 colheres (sopa) de geleia de laranja
  • 4 tangerinas descascadas
  • 1 laranja com casca
  • 200 ml de água
  • 100g de açúcar
  • 1 pitada de sal

PREPARO:

  •  Bata as gemas com o açúcar e uma colher de rum
  • Bata as claras em neve com a pitada de sal e junte-as às gemas
  • Unte com a manteiga uma frigideira grande, de preferência antiaderente
  • Aqueça em fogo baixo e coloque a mistura de ovos
  • Deixe no fogo por uns três minutos, depois termine o cozimento no forno preaquecido a 180 graus centígrados por mais 3 ou 4 minutos
  • Aqueça a geleia
  • Corte as tangerinas em gomos e misture-os à geleia. Reserve no calor
  • Descasque a laranja, corte a casca em tiras fininhas e a polpa em gomos
  • Leve ao fogo a água com o açúcar, adicione as cascas, os gomos da laranja e deixe ferver até a calda ficar bem espessa. Escorra numa peneira
  • Depois da omelette cozida, junte-lhe os gomos das frutas (reserve alguns) e dobre- a, formando uma meia lua
  • Aqueça o rum restante, flambe e derrame-o sobre a omelette
  • Sirva com os gomos que estavam reservados e com as cascas em tirinhas

Posts anteriores: O cardápio astrológico

  1. Áries – Carré de cordeiro com grãos de mostarda.
  2. Touro – Costela de Vitela com legumes
  3. Gêmeos – Camarões marinados e apimentados
  4. Câncer – Robalo com Gengibre

  5. Leão – Peito de pato com figos frescos

  6. Virgem – Tomates Recheados com Queijo de Cabra

  7. Libra : Cassolette de Cogumelos

  8. Escorpião. Cocktail Orquídea

  9. Sagitário: Ravioli com Foie Gras de Pato e Óleo de Trufa

Livro de Receitas: Cardápio Astrológico: Sagitário: Ravioli com Foie Gras de Pato e Óleo de Trufa

Ravioli recheado com foie gras ao molho poulette trufado, um das atrações do Festival do Foie Grãs, promovido pelo Cosí (Foto: Tadeu Brunelli/Divulgação)

Continuando a postar uma gostosa brincadeira, publicada na saudosa revista Gula em janeiro de 2000: O Cardápio Astrológico.  “Um guia da boa mesa com pratos que combinam melhor com cada signo”.

O artigo original é assinado por Elisa Donel,  jornalista Elisa Donel, que mora na França há 20 anos e é autora entre outros de “O Passaporte do Gourmet -Um Mergulho na Gastronomia Francesa”. Agora é a vez de Sagitário.

SAGITÁRIO: 22 de novembro a 21 de dezembro

O traço mais marcante do sagitariano a sua dualidade. Está permanentemente dividido. Mas é um ser com o espírito abero, generoso, imaginativo, e que se adapta facilmente às situações. Tem respeitável apetite e a reputação de ser um grande gourmet. Comece com classe, servindo ravioli com foie gras de pato e óleo de trufa, prosseguindo com pratos de longo cozimento,à base de carne de cabrito ou javali, e encerrando a refeição com bolo de castanhas e chocolate.

INGREDIENTES: 4 porções

  • 8 folhas de massa de lasanha fresca
  • 200 g de foie grass cru de pato
  • 2 gemas de ovos
  • 1 cálice de vinho do Porto
  • 200 ml de caldo de vitela
  • 1 colher de sobremesa de de óleo de trufa
  • 2 litros de caldo de ave
  • Ciboulette cortada em finas rodelas
  • Sal e pimenta do reino moída na hora agosto

PREPARO:

  • Corte o foie gras em pequenos pedaços e distribua sobre as folhas de massa em intervalos regulares
  • Pincele os pedaços com a gema e cubra com as outras folhas de massa
  • Reserve o foie gras que sobrar
  • Corte os ravioli, dando-lhes um formato arredondado e aperte as bordas pressionado-as com ou dedos (ou um garfo)
  • Cubra com papel filme e reserve em um lugar fresco
  • Numa panela, coloque o vinho do Porto e deixe levantar fervura.
  • Incorpore o caldo de vitela, tempere com sal e pimenta e cozinhe lentamente por 20 minutos
  • No último instante, introduza o foie gras que sobrou e coloque o óleo de trufa. Reserve o molho aquecido
  • Cozinhe os ravioli no caldo de ave fervente por 3 minutos.
  • Escorra, passe para os pratos, distribua o molho e sirva imediatamente, salpicando por cima a ciboulette.

Posts anteriores: O cardápio astrológico

  1. Áries – Carré de cordeiro com grãos de mostarda.
  2. Touro – Costela de Vitela com legumes
  3. Gêmeos – Camarões marinados e apimentados
  4. Câncer – Robalo com Gengibre

  5. Leão – Peito de pato com figos frescos

  6. Virgem – Tomates Recheados com Queijo de Cabra

  7. Libra : Cassolette de Cogumelos

  8. Escorpião. Cocktail Orquídea

Regra 39: Coma todas as besteiras que quiser, desde que você mesmo as cozinhe

Imagem relacionada

“Coma todas as besteiras que quiser, desde que você mesmo as cozinhe.”

Continuando na tarefa de publicar as regras alimentares simples, estas é regra número 39 das 64 regras da comida publicadas por Michel Pollan em 2009 (ver post)


Sempre ouço uma pergunta em meu consultório: “Quer dizer que você vai me proibir de comer doces ? Ou frituras ? Ou torresmo ?. A resposta é não ! Primeiro, porque não há alimentos proibidos, há alimentos mais ou menos recomendados e segundo porque você pode e deve comer de tudo.


Então qual o problema ?


Resultado de imagem para potato chips industry

 

De novo a mesma resposta de sempre – A INDÚSTRIA ALIMENTÍCIA. Elas fizeram que os alimentos ficassem tão baratos e acessíveis, que agora é muito fácil ingeri-las em uma quantidade muito maior do que o faríamos antes.

Nossa própria batata frita: não precisa mais ser descascada, cortada e fritada e depois limpar a a sujeira. Ela está ali, prontinha na prateleira de qualquer loja de conveniências, até mesmo em postos de gasolina. Como diz Michael Pollan: “Se todas as batatas fritas que você comeu tivessem sido feitas por você, você as comeria muito mais raramente, nem que fosse pela preguiça em prepara-las.”

Resultado de imagem para compotas de mamão

É a mesma coisa com os doces (são deliciosos os doces de frutas mineiros, mas vá prepará-los para ver o trabalhão que dá), tortas, guloseimas e até com o frango frito (dá mais trabalho fritar um frango do que entrar na fila do KFC).


Assim, nossa mensagem final: desfrute essas guloseimas sempre que estiver disposto a prepará-las – é bem provável que você use ingredientes mais saudáveis que a indústria e que esta vontade não o acometa todos os dias.

Bom final de semana

 

TODAS AS REGRAS:

Regra 1: Coma Comida (Ler Post)

Regra 2: Não coma nada que sua avó não reconheceria como comida (Ler post)

Regra 3: “Evite produtos alimentares que contenham ingredientes que nenhum ser humano comum tenha na despensa” (Ler post)

Regra4: “Evite produtos alimentícios que contenham xarope de milho com alto teor de frutose” (Ler post)

Regra 5: Evite produtos que contenham alguma forma de açúcar (ou adoçante) listada entre seus três primeiros ingredientes” (Ler post)

Regras 6 e 7:  (Ler post): ”Evite produtos alimentícios que contenham mais de cinco ingredientes” e “Evite produtos alimentícios que contenham ingredientes que um aluno do terceiro ano não consiga pronunciar “

Regra 8: (Ler post): “Evite produtos alimentícios com propaganda de propriedades saudáveis”

Regra 9: “Evite produtos alimentícios que tenham no nome os termos ‘light’, ‘baixo teor de gordura’ou ‘sem gordura’” (Ler post)

Regras Número 10 e 11:  “Evite alimentos que estejam fingindo ser o que não são ” e “Coma alimentos feitos com ingredientes que você pode imaginar crus ou crescendo na natureza” (Ler post)

Regra  Número 12:  “Compre nos corredores ao longo das paredes do supermercado e fique longe do centro “(Ler post)

Regras  Número 13 e 14:  “Só coma alimentos que acabarão apodrecendo”e “Coma alimentos feitos com ingredientes que você pode imaginar crus ou crescendo na natureza”(Ler post)

Regras 15,16 e 17: “Fuja do Supermercado Sempre Que Puder” “Compre seus lanches na feira””Se veio de um vegetal, coma, se foi fabricado, não coma”(Ler post)

Regras Número 18 e 19: “Fuja do supermercado sempre que puder”; “Compre seus lanches na feira (Ler post)

Regras Número 20 e 21: “Só coma alimentos preparados por humanos” ou “Não ingira alimentos preparados em locais nos quais se exige que todo mundo use touca cirúrgica”(Ler post)

Regra 22: Coma principalmente vegetais, sobretudo folhas. (Ler post

Regra 23: Comer o que fica em pé numa perna só (cogumelos e vegetais) é melhor que comer o que fica em pé em duas patas (aves), que é melhor que comer o que fica em pé em quatro patas (porcos,vacas e outros mamíferos). (Ler post)

Regra 24: Faça refeições coloridas. (Ler post)

Regra 25: Beba a água do espinafre. (Ler post)

Regra 26: Coma animais que se alimentaram bem (Ler post)

Regra 27:Se tiver espaço compre um freezer (Ler post)

Regra 28:  Adoce e salgue a sua comida você mesmo (Ler post)

Regra 29: Coma os alimentos doces como você os encontra na natureza (Ler post)

Regra 30: Coma como um onívoro (Ler post)

Regra 31: Coma alimentos cultivados em solo saudável (Ler post)

Regra 32: Coma alimentos silvestres quando puder (Ler post)

Regra 33: Não se esqueça dos peixinhos oleosos (Ler post)

Regra 34: Coma alguns alimentos que foram pré-digeridos por bactérias ou fungos (Ler post)

Regras 35,36: Adoce e salgue sua comida você mesmo; Coma os alimentos doces como você os encontra na natureza (Ler post)

Regras 37 e 38 : Quanto mais branco o pão mais cedo você vai para o caixão – Que tipo de dieta devo comer /Dê preferência aos tipos de óleo e de grãos moídos em mós – (Ler post)

Livro de Receitas: Cardápio Astrológico: Escorpião. Cocktail Orquídea

IMG_2121

 

Continuando a postar uma gostosa brincadeira, publicada na saudosa revista Gula em janeiro de 2000: O Cardápio Astrológico.  “Um guia da boa mesa com pratos que combinam melhor com cada signo”.

O artigo original é assinado por Elisa Donel,  jornalista Elisa Donel, que mora na França há 20 anos e é autora entre outros de “O Passaporte do Gourmet -Um Mergulho na Gastronomia Francesa”. Agora é a vez de Escorpião.

ESCORPIÃO: 23 de outobro a 23 de novembro

Signo complexo e misterioso, reúne paixão e obstinação ignorando meias-medidas em tudo que faz. Sua inteligência aguda e intuitiva o torna mestre na resolução de problemas complexos. Talvez por isso o humor não seja seu traço mais marcante. Sua personalidade ciclotímica e sensual estará em pleno acordo com um cardápio de pratos do Oriente Médio: caviar de beringela com torradas, seguido de couscous. Apreciador de todas as bebidas, o nativo de Escorpião não resistirá ao encanto de um cocktail colorido.

INGREDIENTES: 2 porções

  • 1 copo de rum branco
  • 1 copo de licor de café
  • Gelo picado
  • 2 orquídeas

PREPARO:

  • Misture o rum com o licor de café
  • Preencha pela metade dois cálices com gelo picado. Coloque a bebida e sirva com as orquídeas colocadas no alto dos cálices.

Posts anteriores: O cardápio astrológico

Batata na Ciência: Os médicos precisam ser nutricionistas?

 

Resultado de imagem para Are the doctors nutritionists

Nutrition Bulletin banner

Are doctors nutritionists? What is the role of doctors in providing nutrition advice?

First published: 08 May 2018

Provavelmente você já consultou um cardiologista, um clínico, ou  um endocrinologista que  não prestou  atenção a seus hábitos alimentares ou ao seu estado de nutrição. Pois você não é exceção.

Este tema é discutido em um artigo publicado, on-line, no Nutrition Bulletin, sob o título “Are the doctors nutritionists?” (São os médicos nutricionistas?). O artigo discute porque os médicos perdem a oportunidade de dar orientações nutricionais corretas ao seu paciente.

  • Sabe-se que um mau estado de nutrição pode influenciar a saúde do paciente, sua qualidade de vida e aumentar os custos do tratamento.

Apesar deste fato ser de amplo conhecimento, raras vezes o tema alimentação é abordado em uma consulta médica. Isto acontece porque:

  • Para melhorar a dieta de um paciente é preciso mais que simplesmente dar alguma informação. É necessário suporte social, psicológico, além do estabelecimento de metas a serem alcançadas.
  • Embora os pacientes confiem na orientação dada por seus médicos, estes, frequentemente, têm conhecimento limitado do assunto e não estão treinados para orientar uma mudança de hábito.

Resultado de imagem para nutritional consultation

Num estudo australiano, analisadas 145.708 consultas, realizadas por 1124 médicos foram diagnosticados 227 190 problemas, mas apenas 587 (0,26%) receberam orientação nutricional ou foram encaminhados para um nutricionista.

Assim sendo, parece natural os pacientes procurarem orientação em outras fontes: internet ou mídias sociais, com o risco da ocorrência de informações equivocadas ou incompletas.

Parece que isto acontece porque:

  • Currículos das escolas médicas não fornecem educação suficiente no campo da nutrição
  • Mesmo quando educados, não é simples transmitir seu conhecimento nutricional, no que diz respeito em ensinar conceitos dietéticos.
  • O curto tempo de consulta para a maior parte das especialidades, incluindo os clínicos e os GP (General Practicers), geralmente em torno de 15 minutos, não é suficiente para uma abordagem deste tipo.
  • O grau de conhecimento dos médicos, com respeito a nutrição, varia com o conhecimento, tempo de atuação, sua especialidade, além de sua convivência com nutricionistas em seu ambiente de trabalho
  • Habitualmente melhores resultados são obtidos com o apoio de outros profissionais: psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas

 

Resultado de imagem para nutritional consultation

Qual a solução?

  • Treinamento básico em nutrição dos médicos, incluindo a pratica de habilidades específicas ao suporte nutricional;
  • Introdução do ensino de nutrição nos currículos médicos
  • Trabalho, sempre que possível, em equipes multiprofissionais, com coordenação médica.

Os médicos precisam ser nutricionistas?

Não, mas têm que ser capazes de reconhecer uma dieta pobre, diagnosticar desnutrição e prescrever ou coordenar a intervenção dietética que poderá influenciar satisfatoriamente a evolução de um paciente.

%d blogueiros gostam disto: